Cerca

Vatican News
A Esmolaria Apostólica e outras entidades se mobilizam para socorrer os pobres e sem-teto de Roma A Esmolaria Apostólica e outras entidades se mobilizam para socorrer os pobres e sem-teto de Roma 

Ação da Esmolaria Apostólica neste inverno rigoroso em Roma

Uma das prioridades, diante da emergência do frio rigoroso na capital italiana, foi a distribuição de cobertas e sacos de dormir, resistentes às baixas temperaturas de inverno, aos mais necessitados.

Manoel Tavares - Cidade do Vaticano

O grande frio que se abate, nestes dias, sobre a capital italiana, mobilizou, de modo particular, os que se dedicam à acolhida e assistência aos pobres e sem-teto: paróquias, comunidades, movimentos e muitas outras instituições de caridade.

Em primeira fila, destaca-se, como sempre, a Esmolaria Apostólica, braço direito da Caridade do Papa, que, sob a guia do recém-criado Cardeal esmoleiro, Konrad Krajewski, intensificou seus esforços para dar assistência, em nome do Santo Padre, aos pobres, sem-teto e indigentes da Cidade Eterna.

Ouça a reportagem

Uma das suas prioridades, diante da emergência do frio rigoroso em Roma, foi a distribuição de cobertas e sacos de dormir, resistentes às baixíssimas temperaturas de inverno, aos mais necessitados. Seus voluntários saem, à noite, para monitorar a situação dos sem-teto e fornecer-lhes todo o necessário.

Graças à contribuição da Esmolaria Apostólica foi aberto um dormitório, nas adjacências da Praça São Pedro, em locais de propriedade dos Padres Jesuítas, para abrigar os necessitados, não só da Itália, mas também da Europa e outras nações.

O dormitório chamado “Dom da Misericórdia” é dirigido por três Missionárias da Caridade, a Ordem religiosa feminina fundada por Santa Teresa de Calcutá, e por dois voluntários ex-sem-teto, que, como outros reabilitados, conseguiram, graças à Esmolaria Apostólica, reintegrar-se no mundo do trabalho e começar uma nova vida.

As pessoas que batem à porta do dormitório podem ficar hospedadas ali até por dois ou três meses, enquanto não tomam um rumo em sua vida ou voltam para seus países de origem. Porém, geralmente, há certa rotação planejada dos beneficiários.

Outra área reservada para a assistência aos sem-teto é a Reitoria de São Calisto, propriedade do Vaticano, em pleno centro histórico de Roma, anexada à paróquia de Santa Maria em Trastevere, confiada à Comunidade romana de Santo Egídio.

Pelo terceiro ano consecutivo, durante o inverno rigoroso, as portas da igreja e as salas adjacentes se abrem, com suas trinta camas, cobertores e banheiros. O Centro de hospedagem acolhe os indigentes, garantindo-lhes um teto acolhedor para dormir e refeições diárias.

Enfim, para aliviar o frio e a fome dos sem-teto de Roma, a Esmolaria Apostólica, com a colaboração de alguns diáconos romanos, oferece pratos quentes para centenas de pessoas necessitadas, refugiadas nas principais estações ferroviárias e metrôs da capital italiana.

05 janeiro 2019, 12:13