Busca

Vatican News
Vacinas do Mecanismo COVAX chegaram em Ruanda Vacinas do Mecanismo COVAX chegaram em Ruanda  (AFP or licensors)

COVAX/UNICEF: Sudão e Ruanda recebem milhares de doses de vacinas

Depois de Angola, Gâmbia, Nigéria, Senegal e Camboja, foi a vez de Ruanda e Sudão receberem milhares de doses de vacinas contra a Covid-19.

Vatican News

Outros dois países africanos, Sudão e Ruanda, receberam respectivamente 800.000 e 340.000 doses de vacinas contra a Covid-19 do Mecanismo COVAX, a ação global para acelerar o desenvolvimento e o acesso a vacinas contra a Covid-19, guiada pela CEPI (Coalition for Epidemic Preparedness Innovations), GAVI, Aliança pelas vacinas e a Organização Mundial da Saúde (OMS), em parceria com o UNICEF. O objetivo é distribuir 2 bilhões de doses da vacina contra a Covid-19 até o final de 2021: 1,3 bilhão de doses para 92 países de baixa e média renda.

 

O Sudão é o primeiro país da região do Oriente Médio e Norte da África a receber as vacinas do Mecanismo COVAX. Mais de 800 mil doses da vacina AstraZeneca foram enviadas a Cartum. Em 26 de fevereiro, o UNICEF forneceu 4,5 toneladas de seringas e recipientes para rejeitos sanitários.

As doses iniciais das vacinas serão empregadas para a vacinação de profissionais da saúde e pessoas com mais de 45 anos com doenças crônicas, residentes em áreas altamente contagiosas ou com forte risco contágio. Esta é a primeira fase da campanha nacional de vacinação. Desta forma, os profissionais da saúde podem continuar a prestar seus serviços para salvar vidas e manter ativo o sistema de saúde.

Em Ruanda, foram distribuídas 340 mil doses de vacinas anti-Covid-19, COVAX e AstraZeneca, além de 102 mil doses adicionais da vacina Pfizer-BionTech. Após quase um ano de restrições, bloqueio e outras medidas preventivas, como o fechamento de escolas - que tiveram um impacto devastador na economia local e no tecido social do país - a chegada das vacinas marca o esperado início do fim da pandemia.

Tais vacinadas também foram distribuídas nas últimas semanas, a outros países, como Gana, Costa do Marfim, Nigéria, Angola, Camboja, Senegal e Gâmbia.

06 março 2021, 08:11