Busca

Vatican News
A Nigéria vive em um clima de insegurança e violência desde 2009, quando Boko Haram, com o objetivo de transformar o país em um Estado islâmico, iniciou uma série de ataques terroristas indiscriminados contra diversos alvos A Nigéria vive em um clima de insegurança e violência desde 2009, quando Boko Haram, com o objetivo de transformar o país em um Estado islâmico, iniciou uma série de ataques terroristas indiscriminados contra diversos alvos  (AFP or licensors)

Nigéria: libertado sacerdote sequestrado na segunda-feira

No mês passado, os bispos católicos da Nigéria denunciaram o aumento de sequestros, assassinatos e atos de vandalismo, pedindo ao governo que faça mais para combater a cultura da violência e da impunidade.

Vatican News

Foi libertado o padre Benson Bulus Luka, sacerdote da diocese de Kafanchan, na Nigéria, sequestrado segunda-feira passada na casa paroquial da Igreja de São Mateus, em Anchuna, no Estado de Kaduna. O anúncio foi feito em um comunicado pelo padre Emmanuel Uchechukwu, chanceler da diocese.  Depois de ser sequestrado, o pároco da Igreja de São Mateus havia sido por seus sequestradores para a floresta.

“Com o coração repleto de alegria, levantamos a nossa voz numa sinfonia de louvor ao anunciar o regresso do nosso padre Benson Bulus Luka”, anuncia o comunicado divulgado por vários meios de comunicação locais.

A Diocese de Kafanchan agradece aqueles que rezaram pela libertação do sacerdote e por aqueles que ainda estão nas mãos de seus sequestradores e convida todo o clero a celebrar uma Missa de Ação de Graças.

Segundo testemunhas, o padre Benson Bulus Luka foi sequestrado por um grupo de homens armados, enquanto outros indivíduos atacaram a aldeia de Apiye Jim, matando pelo menos 11 pessoas.

Vatican News Service - TC

17 setembro 2021, 07:00