Busca

Vatican News
A Igreja Católica Armênia deve eleger um novo Patriarca após o falecimento de Gregório Pedro XX Gabroyan A Igreja Católica Armênia deve eleger um novo Patriarca após o falecimento de Gregório Pedro XX Gabroyan  (AFP or licensors)

Aleppo: nomeado Administrador Apostólico interino da Igreja Católica Armênia

A principal tarefa do Administrador Patriarcal interino será convocar os membros do Sínodo da Igreja Armênio Católica para eleger o novo Patriarca. Gregório Pedro XX Gabroyan, Patriarca da Cilícia dos católicos armênios, faleceu em 25 de maio após longa convalescência.

Vatican News

O arcebispo católico-armênio Boutros Marayati, à frente da comunidade católica-armênia de Aleppo, foi nomeado Administrador Apostólico interino da Igreja Católica Armênia, após o falecimento do Patriarca católico-armênio Gregório Pedro XX Gabroyan, devido a doença.

A notícia da nomeação foi divulgada na tarde de quarta-feira, 26 de maio, pelo Secretariado do Patriarcado armênio-católico. A nomeação foi realizada com base no Artigo 127 do Código dos Cânones das Igrejas Orientais Católicas, que afirma que durante a vacância da Sé Patriarcal assume o cargo de Administrador da Igreja Patriarcal "o bispo mais idoso por ordenação entre os bispos da Cúria Patriarcal ou, caso não houver, entre os bispos membros do Sínodo permanente”.

 

A principal tarefa do Administrador Patriarcal interino será convocar os membros do Sínodo da Igreja Armênio Católica Católica para eleger o novo Patriarca.

Boutros Marayati, nascido em Aleppo em fevereiro de 1948, foi ordenado sacerdote em 1971 e em 1990 foi consagrado bispo católico-armênio de sua cidade natal. Durante os longos anos do conflito sírio, ele permaneceu ao lado das cada vez menores comunidades cristãs de Aleppo, uma cidade mártir, por muito tempo campo de batalha entre as forças militares leais ao presidente Bashar al Assad e as milícias rebeldes, incluindo milícias jihadistas.

Em janeiro de 2014, como Administrador Apostólico Sede vacante et ad nutum Sanctae Sedis da Eparquia católica-armênia de Kamichlié (Qamishli), o arcebispo Marayati desaprovou a iniciativa "Adote uma paróquia na Síria" lançada on-line por um sacerdote católico-armênio sírio, como um projeto para arrecadar fundos para as comunidades cristãs que sofrem na Síria.

Na ocasião, Dom Marayati fez saber por meio da Agência Fides que o sacerdote promotor da iniciativa “não tinha nenhuma competência nem autorização para organizar a arrecadação de fundos em nome e em favor das paróquias ou das escolas cristãs da Síria”.

Com Agência Fides

27 maio 2021, 13:45