Busca

Vatican News

Cavaleiros de Colombo doam US$ 150.000 às comunidades atingidas pelo furacão Laura

Além de dinheiro, a maior organização de caridade católica do mundo também contribuirá para a organização de ajuda nos locais atingidos. Os Cavaleiros da Louisiana já fizeram uma avaliação inicial e desenvolveram um plano de intervenção identificando as áreas de triagem para suprimentos nas áreas mais críticas.

Vatican News

US$ 150.000 destinados à Diocese de Lake Charles para ajudar as comunidades afetadas pelo furacão Laura. Nas áreas mais problemáticas, especialmente Louisiana e partes do Texas, há 700.000 residentes no escuro e estima-se que a extensão dos danos seja de cerca de 12 bilhões.

A fúria do furacão provocou seis mortes, incluindo uma menina de 14 anos. “Rezamos pelas famílias de Lake Charles e por todos aqueles que foram afetados por esta tempestade destruidora. Nosso gesto é apenas um primeiro passo para ajudar na recuperação. Esta doação é apenas o primeiro passo de nossos esforços para ajudar na recuperação”, disse o Cavaleiro Supremo, Carl Anderson.

Além de dinheiro, a maior organização de caridade católica do mundo também contribuirá para a organização de ajuda nos locais atingidos. Os Cavaleiros da Louisiana já fizeram uma avaliação inicial e desenvolveram um plano de intervenção identificando as áreas de triagem para suprimentos nas áreas mais críticas.

 

O Conselho Supremo se organizou para responder aos pedidos e para fornecer gêneros de primeira necessidade às populações atingidas. "Apoiamos uns aos outros na fé e no serviço. E isso acontece em todo o mundo. A caridade e a união fraterna são nossas marcas”, observou Anderson.

“Aprecisamos profundamente a generosidade dos Cavaleiros, porque sofremos muitos danos”, disse o bispo de Lake Charles, Dom Glen John Provost. Os desafios que nos esperam são muito grandes, mas sabemos que os Cavaleiros estão ao nosso lado. Como já aconteceu no passado. Deus os abençoe”, acrescentou.

No ano passado, a organização doou US $ 1,3 milhão para ajuda humanitária, com um adicional de US $ 3,5 milhões aos Conselhos e às Assembleias locais dos Cavaleiros.

Em 8 de agosto, o Papa Francisco enviou uma carta assinada pelo cardeal Pietro Parolin, na qual expressou "profunda gratidão" pela contribuição do padre Michael McGivney (fundador) e dos Cavaleiros de Colombo para a missão evangelizadora da Igreja, para a defesa da dignidade da vida humana, da família e da liberdade religiosa.

O Santo Padre também expressou os votos de que a já próxima beatificação do Padre McGivney "possa estimular os Cavaleiros de Colombo a aprofundar o seu compromisso de viver como discípulos missionários na caridade, em unidade e fraternidade”, especialmente neste momento difícil de emergência da Covid-19.

Por ocasião da beatificação do fundador, prevista para 31 de outubro, os Cavaleiros de Colombo construirão um novo centro de peregrinação em sua homenagem em New Haven, Conneticut

Vatican News Service - DD

31 agosto 2020, 14:31