Busca

Vatican News
Dom João Carlos Petrini fala-nos de uma realidade eclesial bonita de crescimento, de grande ardor missionário Dom João Carlos Petrini fala-nos de uma realidade eclesial bonita de crescimento, de grande ardor missionário 

Diocese de Camaçari - BA: espírito missionário de uma Igreja em saída

“Vivemos um grande espírito missionário que nos permite crescer”, afirma o bispo da diocese baiana, Dom Petrini, acrescentando que Camaçari é também um polo industrial com mais de 60 grandes multinacionais e uma infinidade de empresas menores que estão criando um grande polo industrial e petroquímico

Raimundo de Lima - Cidade do Vaticano

Amigo ouvinte, o quadro “Brasil na Missão Continental” continua dando voz aos nossos pastores, trazendo-nos um pouco da realidade de suas Igrejas particulares nos diferentes e multiformes contextos do nosso diversificado território nacional.

Diocese criada no final de 2010 pelo Papa Bento XVI

Nosso convidado é o bispo da Diocese de Camaçari – BA, Dom João Carlos Petrini, que nesta edição nos apresenta sua diocese, cuja cidade sede – Camaçari – se encontra na região metropolitana de Salvador, a 50Km da capital baiana.

Formada por 8 municípios, com 2.500 quilômetros quadrados, 700 mil habitantes e 26 paróquias, trata-se de um diocese nova, criada no final de 2010 pelo Papa Bento XVI. Dom Petrini é o primeiro bispo desta circunscrição eclesiástica, à frente da diocese desde fevereiro de 2011.

 

Nosso entrevistado fala-nos de uma realidade eclesial bonita de crescimento, com a maioria dos padres jovens, com um grande ardor missionário – retomado agora com o impulso dado pelo Papa Francisco – de  uma Igreja em saída.

“Vivemos um grande espírito missionário que nos permite crescer”, afirma Dom Petrini, acrescentando que Camaçari é também um polo industrial com mais de 60 grandes multinacionais e uma infinidade de empresas menores que estão criando um grande polo industrial e petroquímico. Vamos ouvir (ouça na íntegra clicando acima).

16 abril 2019, 12:33