Versão Beta

Cerca

Vatican News
Fiéis egípcios durante celebração da Santa Missa - foto de arquivo Fiéis egípcios durante celebração da Santa Missa - foto de arquivo  (ANSA)

Egito. Tentado ataque suicida contra uma igreja copta no Cairo

Autoridades egípcias referiram que não houve outras vítimas além do autor da tentativa de ataque. Na igreja dedicada à Virgem Maria e situada no distrito de Shubra al Kheima, ao norte da capital, estava sendo feita uma celebração religiosa. No momento, muitos fiéis encontravam-se presentes no templo.

Cidade do Vaticano

Fontes de segurança egípcias informam que este domingo (12/08) foi evitado um ataque suicida contra uma igreja copta situada nas proximidades do Cairo. Segundo as mesmas fontes, o aparato de vigilância impediu o terrorista de se aproximar do templo.

Ouça reportagem e compartilhe!

Nenhuma vítima além do autor da tentativa de ataque

O indivíduo em questão – reporta o jornal vaticano L’Osservatore Romano – acabou morrendo com a deflagração do cinturão explosivo que carregava consigo no momento em que fugia atravessando uma ponte próxima do local.

As autoridades referiram que não houve outras vítimas. Na igreja dedicada à Virgem Maria e situada no distrito de Shubra al Kheima, ao norte da capital, estava sendo feita uma celebração religiosa. Muitos fiéis encontravam-se presentes no momento da tentativa de ataque.

Igrejas coptas na mira de atentados jihadistas

Nos últimos anos, as igrejas coptas no Egito têm sido alvo de sangrentos atentados por parte de grupos jihadistas. Em 9 de abril de 2017, Domingo de Ramos, um dúplice atentado suicida reivindicado pelo grupo Estado Islâmico (EI), um na igreja de Mar Girgis na cidadezinha de Tanta (ao norte do Cairo), e outro na Catedral de São Marcos, em Alexandria, deixou 47 mortos. No mês seguinte ao menos 28 pessoas foram mortas no ataque a um ônibus de peregrinos.

13 agosto 2018, 17:22