Busca

Vatican News

Francisco recebe representantes da Eurocopa no Vaticano

Em uma das audiências desta quinta-feira (10), Francisco recebeu o presidente da Uefa, Aleksander Čeferin, e o comitê executivo com o presidente da Figc, Gabriele Gravina. O encontro acontece na véspera de começar oficialmente a Eurocopa que será disputada com um ano de atraso, já que o torneio europeu de seleções foi adiado em 2020 por causa da pandemia.

Andressa Collet - Vatican News

Ouça a reportagem e compartilhe

A Eurocopa, que reúne as maiores estrelas dos maiores times de futebol do mundo – além dos treinadores mais famosos -, chegou nesta quinta-feira (10) até o Vaticano. O Papa Francisco recebeu em audiência durante a manhã, segundo informa um comunicado divulgado pela Sala de Imprensa da Santa Sé, o presidente da Uefa (União das Associações Europeias de Futebol), Aleksander Čeferin, e o comitê executivo com o presidente da Figc (Federação Italiana de Futebol), Gabriele Gravina.

A "Copa do Mundo sem Brasil e Argentina"

O encontro, no Palácio Apostólico do Vaticano, acontece na véspera da primeira partida da Eurocopa. De fato, nesta sexta-feira (11), o Estádio Olímpico de Roma vai dar o pontapé inicial do principal campeonato europeu de seleções com a partida entre Itália e Turquia. Segundo especialistas da área esportiva, como o jornalista brasileiro Maurício Noriega, do canal SporTV, que vai para a terceira cobertura internacional do evento, a competição, “que alguns colegas chamam de Copa do Mundo sem Brasil e Argentina”, “é a celebração do melhor futebol do mundo”, quando se “experimenta o jeito europeu de amar o futebol”.

O torneio europeu de seleções será disputado por 24 equipes em 11 cidades do continente naquela que é a 16ª edição, já que o campeonato foi adiado em 2020 por causa pandemia. A final da Eurocopa será realizada no Estádio de Wembley, em Londres, exatamente um mês depois, no domingo, 11 de julho.

Em entrevista ao Vatican News, Riccardo Cucchi, narrador de futebol italiano, compartilhou da alegria de que “finalmente veremos o retorno do público nos estádios, embora em número reduzido e em total respeito às normas sanitárias para enfrentar a pandemia. É uma tentativa de despertar não apenas do mundo do esporte, mas de todos os torcedores que esperam um retorno à normalidade".

O valor da fraternidade no esporte

Em várias ocasiões, o Papa Francisco falou sobre o esporte, os seus valores e a importância de uma competição saudável. Recentemente, ao receber em audiência a Federação Italiana de Basquete, por ocasião do seu centenário, o Pontífice enfatizou, entre outras coisas, a importância de saber trabalhar em equipe:

“O esporte é um remédio para o individualismo das nossas sociedades, que muitas vezes gera um eu isolado e triste, tornando-nos incapazes de ‘jogar em equipe’ e de cultivar a paixão por algum bom ideal. Assim, através do compromisso com o esporte, vocês recordam o valor da fraternidade, que também está no coração do Evangelho.”

O jornalista italiano assina embaixo das palavras do Papa, ao acrescentar que “também é uma mensagem importante para os mais jovens, o enorme respeito pela diversidade que é uma riqueza para cada um e para todos". 

10 junho 2021, 15:19