Busca

Arte que consola
Vatican News

Museus Vaticanos. Imago Pietatis

“Anunciar Cristo significa mostrar que acreditar Nele e segui-Lo não é somente uma coisa verdadeira e justa, mas também bela. O coração do Evangelho é a beleza do amor salvífico de Deus manifestado em Jesus Cristo morto e ressuscitado”. Inspirada por essas palavras de Francisco, prossegue a colaboração entre os Museus Vaticanos e o Vatican News: as obras-primas das coleções pontifícias acompanhadas pelas palavras dos Papas.

Francescuccio di Cecco, conhecido como "Francescuccio Ghissi", Cristo morto e os anjos; Adoração do Menino Jesus, têmpera e ouro sobre madeira, 1360 c., Pinacoteca Vaticana © Musei Vaticani

Ghissi realiza esta obra devocional unindo os temas centrais da espiritualidade franciscana, a Encarnação e a Paixão. Estão representadas, em dois registros sobrepostos, a Imago pietatis e a Adoração do Menino Jesus. Na figura de Cristo morto, adorado pelos anjos dentro de uma túmulo em forma de tabernáculo, além dos sofrimentos da Paixão se evoca o sacrifício eucarístico, e talvez a festa do Corpus Domini. O nascimento e a morte, idealmente ligados entre si, aludem ao mistério da encarnação do Filho de Deus, que se fez homem para a nossa redenção.

@Museus Vaticanos
@Museus Vaticanos

“A Eucaristia, ao mesmo tempo que evoca a paixão e a ressurreição, coloca-se no prolongamento da encarnação. E Maria, na anunciação, concebeu o Filho divino também na realidade física do corpo e do sangue, em certa medida antecipando n'Ela o que se realiza sacramentalmente em cada crente quando recebe, no sinal do pão e do vinho, o corpo e o sangue do Senhor.”

(João Paulo II, Carta Encíclica 'Ecclesia de Eucharistia', 2003)

 

#abelezanosune
instagram: @vaticanmuseums @vaticannews @vaticannewspt
facebook: @vaticannews
aos cuidados de Paolo Ondarza

23 março 2021, 09:00