Busca

Vatican News
O cardeal Enrico Feroci recebe o barrete do Papa Francisco (28 de novembro de 2020) O cardeal Enrico Feroci recebe o barrete do Papa Francisco (28 de novembro de 2020) 

Tomada de Posse do cardeal Enrico Feroci é adiada em precaução à pandemia

A decisão foi tomada como medida de precaução já que foram registrados casos positivos à Covid-19 nas comunidades feminina e masculina do Santuário do Divino Amore, no interior de Roma.

Vatican News

Ouça a reportagem e compartilhe


A Tomada de Posse do cardeal Enrico Feroci, prevista para 4 de janeiro no Santuário do Divino Amore em Castel di Leva, interior de Roma, foi adiada para uma data ainda a ser definida. A notícia foi divulgada pelo Departamento de Celebrações Litúrgicas do Sumo Pontífice.

O adiamento, especifica o próprio cardeal, "é uma medida preventiva devido ao fato de que alguns casos positivos para a Covid-19 foram encontrados nas comunidades feminina e masculina do Santuário. A condição de isolamento fiduciário impediria, portanto, que as comunidades participassem deste momento de celebração".

Enrico Feroci, de 80 anos, pároco em Santa Maria do Divino Amore, foi criado cardeal em 28 de novembro. O Papa Francisco, durante o rito de imposição do barrete, da entrega do anel cardinalício e da designação da Diaconia, a sua paróquia, depois que a fórmula em latim lhe disse: "É a sua paróquia! O Papa fez de um pároco um cardeal".

Entrevistado pelo Vatican News após o anúncio da nomeação cardinalícia no Angelus de 25 de outubro, Feroci havia dito que considerava a escolha do Papa como não dirigida a ele pessoalmente, "mas a todos os sacerdotes de Roma":

“Sempre se diz que o presbítero é aquele que dá as mãos ao bispo para tocar o Corpo de Cristo que é o povo de Deus. Aqui, o Papa Francisco quis agradecer as mãos de muitos sacerdotes.”

02 janeiro 2021, 14:20