Busca

Vatican News
Cardeal Sepe com o relicário contendo o sangue de São Januário Cardeal Sepe com o relicário contendo o sangue de São Januário  (ANSA)

Hospitalizado com Covid-19, cardeal Sepe deverá ter alta em breve

Uma nota da Arquidiocese de Nápoles informa que o cardeal Sepe "demonstrou muita confiança no decorrer dos exames e durante a hospitalização, tanto que se espera que possa receber alta o mais breve possível”.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

O cardeal Crescenzio Sepe, que testou positivo para Covid-19 há cerca de duas semanas, foi internado no Hospital Cotugno, em Nápoles. Suas condições de saúde são boas, diz um comunicado da Arquidiocese.

O cardeal encontrava-se em isolamento. Ainda positivo, "foi reconhecida a necessidade de fazer exames diagnósticos, o que não pode ser feito fora do hospital". Assim, na noite de sexta-feira, o purpurado foi levado ao hospital "onde, depois dos primeiros importantes exames com resultados favoráveis, transcorreu uma noite tranquila".

“Demonstrou muita confiança no decorrer dos exames e durante a hospitalização, tanto que se espera que possa receber alta o mais breve possível”, conclui o comunicado.

Arcebispo da capital da Campânia desde 2006, o cardeal Sepe deixará a Cúria em fevereiro, onde será empossado Dom Mimmo Battaglia, nomeado novo arcebispo de Nápoles no dia 12 de dezembro passado. O purpurado se mudará para um apartamento anexo à Basílica da “Incoronata Madre del Buon Consiglio”, onde também viveram e concluíram seu ofício seus predecessores, os cardeais Michele Giordano e Corrado Ursi.

Nascido em Carinaro, na província de Caserta, em 2 de junho de 1943, o cardeal Sepe apresentou sua renúncia ao governo pastoral da Arquidiocese de Nápoles há dois anos, aos 75 anos, conforme exigido pelas normas do direito canônico.

24 janeiro 2021, 10:41