Busca

Arte que consola
Vatican News

Museus Vaticanos. Vinde, adoremos #6

“Representar o evento do nascimento de Jesus equivale a anunciar o mistério da encarnação do Filho de Deus com simplicidade e alegria”. Estas palavras do Papa Francisco recordam como o nascimento de Jesus inspirou gerações que, no decorrer dos séculos, evangelizaram através da beleza. Todas as semanas, os Museus Vaticanos propõem uma obra-prima das coleções pontifícias acompanhada das palavras dos Papas.

Fra Giovanni da Fiesole, conhecido como Beato Angelico (1395-1455), Pregação de santo Estevão e Debate no Sinédrio, afresco, 1448-1449, Palácios Apostólicos Vaticanos, Capela Nicolina (Niccolò V 1447-1455), depois da restauração © Musei Vaticani

Beato Angelico pintou com afrescos a Capela Nicolina entre 1448 e il 1450. Um dos protagonistas das pinturas é o Santo diácono e mártir Estevão. Extraídas dos Atos dos Apóstolos, as cenas narram episódios da sua vida e do seu martírio. Na parede de entrada, está a “Pregação de Santo Estêvão e o  debate no Sinédrio”. O protagonista tinha fama de eloquente e, assim, o representa o pintor. Prega para a multidão e intervém no Sinédrio. Pintar a vida do Santo significa evocar uma Igreja pobre e virtuosa, fundada na caridade, pronta ao martírio; uma Igreja Santa e fiel ao Papa.

© Musei Vaticani
© Musei Vaticani

“Na escola de Santo Estêvão, que se tornou semelhante ao seu Mestre tanto na vida como na morte, também nós fixamos o olhar em Jesus, testemunha fiel do Pai. Aprendemos que a glória do Céu, a glória que dura para a vida eterna, não é feita de riqueza nem de poder, mas de amor e doação de si mesmo.”

 (Papa Francisco – Festa de Santo Estevão – Angelus – 2019)

 

#abelezanosune
instagram: @vaticanmuseums @vaticannews @vaticannewspt
facebook: @vaticannews
aos cuidados de Paolo Ondarza

26 dezembro 2020, 10:48