Busca

Vatican News
Dom Cornelius Sim, Vigário Apostólico de Brunei, será criado cardeal em 28 de novembro Dom Cornelius Sim, Vigário Apostólico de Brunei, será criado cardeal em 28 de novembro 

Dom Cornelius Sim, o vigário apostólico de Brunei que será cardeal

Anunciado cardeal pelo Papa Francisco, Dom Cornelius Sim é bispo da menor diocese da Ásia e o segundo purpurado da região, após Dom Antony Soter Fernandez.

Vatican News

A comunidade guiada pelo vigário apostólico de Brunei, Dom Cornelius Sim, 69 anos, um dos 13 novos cardeais anunciados pelo Papa Francisco em 25 de outubro, é uma comunidade pequena, mas fundamental. Com apenas três padres e 21.000 fiéis em uma população de cerca de 429.000 habitantes, a de Brunei é a menor diocese da Ásia, como afirmou o prelado à agência de notícias UCA News, pouco depois do anúncio de sua designação como cardeal.

Dois terços dos habitantes do Sultanato, independente do Reino Unido desde 1984 e hoje uma das nações mais ricas do mundo, são de fé muçulmana, 13% são budistas, enquanto os cristãos representam cerca de 10% da população, dos quais pouco mais metade são católicos.

 

A maior parte deles são trabalhadores imigrantes, 70% filipinos, enquanto apenas 10% são cidadãos de Brunei, principalmente de etnia chinesa. E é precisamente aos filipinos que se deve a grande vitalidade desta pequena comunidade, explicou Dom Sim: “Com a sua fé e devoções populares, são um tesouro para nós. Tivemos um início humilde e contamos com as vocações sacerdotais e religiosas para poder crescer”, disse Dom Sim.

O catolicismo foi levado ao Sultanato malaio de Brunei por missionários franciscanos em 1587. Elevada por São João Paulo II à Prefeitura Apostólica no âmbito da Diocese de Miri, Malásia, Brunei foi elevada à categoria de Vicariato Apostólico separado em 2004, com três paróquias e Dom Sim como seu primeiro vigário apostólico.

Com 69 anos, o bispo será o segundo cardeal da Conferência Episcopal Católica da Malásia, Cingapura e Brunei, depois de Dom Anthony Soter Fernandez, arcebispo emérito de Kuala Lumpur, Malásia, falecido em 28 de outubro aos 88 anos, criado cardeal não eleitor pelo Papa Francisco no Consistório de 19 de novembro de 2016. O novo cardeal será eleitor até 2031.

Vatican News Service - LZ

29 outubro 2020, 12:53