Busca

Vatican News
Dom Georg Bätzing, presidente da Conferência Episcopal Alemã em visita a Roma Dom Georg Bätzing, presidente da Conferência Episcopal Alemã em visita a Roma 

O presidente da Conferência Episcopal Alemã em audiência com o Papa

O presidente da Conferência Episcopal Alemã, dom Georg Bätzing, bispo de Limburg, foi recebido pelo Papa Francisco, neste sábado (27/06), numa visita inaugural de seu novo mandato. Durante a audiência privada no Vaticano, dom Bätzing informou o Papa sobre a situação da Igreja na Alemanha, em particular os efeitos da crise de coronavírus.

Mario Galgano/Mariangela Jaguraba - Vatican News

Após a audiência com o Papa, alguns jornalistas conversaram com o Bispo de Limburg sobre os colóquios com o Santo Padre. Dom Bätzing disse que falou com o Papa em relação ao “Caminho sinodal”. O prelado informou detalhadamente o Papa em relação ao andamento das conversas sobre a reforma na Alemanha até agora e sobre outros projetos. “Sinto-me encorajado pelo intenso intercâmbio com o Santo Padre para continuar o caminho que tomamos. O Papa mostrou apreço por este projeto, que associa estreitamente ao conceito de "sinodalidade" que ele cunhou. Tentei fazer entender que a Igreja na Alemanha segue este caminho e sabe sempre que está ligada à Igreja no mundo”, declarou dom Bätzing após a audiência.

“Precisamos encontrar respostas para os desafios urgentes que a Igreja enfrenta, desde enfrentar o abuso sexual de menores até o número dramático de pessoas que deixam a Igreja. Com sua carta ao povo peregrino de Deus da Igreja na Alemanha em junho de 2019, o Papa Francisco encorajou e deu indicações nesse sentido. Ele continuará nos acompanhando com atenção. O Papa Francisco lembrou que, no caminho sinodal e na ação da Igreja na Alemanha, não devemos perder de vista os pobres e os idosos, os refugiados e os necessitados.”

“O Papa pediu especificamente que os efeitos e experiências da pandemia de coronavírus fossem considerados para o futuro”, disse ainda dom Bätzing. Ele acrescentou: “Espero que, com as experiências do Caminho sinodal, possamos dar uma contribuição ao Sínodo Mundial dos Bispos de outubro de 2022, que tratará da questão da sinodalidade”.

Durante sua visita de dois dias, o prelado também se encontrou com o secretário-geral do Sínodo dos Bispos, cardeal Lorenzo Baldisseri, e seu sucessor designado, dom Mario Grech, com o prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, cardeal Luis Ladaria Ferrer, SJ, com o prefeito da Congregação para os Bispos, cardeal Marc Ouellet, com o presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, cardeal Kurt Koch, e com o embaixador da República Federal da Alemanha junto à Santa Sé, Michael Koch.

28 junho 2020, 16:58