Busca

Vatican News

Macedônio, nova língua no site do Vaticannews

A um mês da visita do Papa Francisco à República da Macedônia do Norte, prevista para 7 de maio próximo, a língua macedônia passa a fazer parte do site do Vatican News, somando-se às 33 já existentes.

Cidade do Vaticano

Disponível a partir da tarde desta segunda-feira, 8, o novo site em língua macedônia do Vatican News, que assim passa a oferecer informações em 34 idiomas (considerando que  o chinês está em duas versões gráficas, o simplificado e o tradicional, caso contrário seriam 35).

Ouça e compartilhe!

Com a colaboração da Igreja Católica da Macedônia, o portal foi reestruturado para conferir maior dinamismo na difusão das notícias sobre as atividades do Papa e da Igreja em todo o mundo.

Para o bispo de Skopje, Dom Kiro Stojanov, a presença de informações em macedônio no site de informações da Santa Sé já é “um primeiro fruto da visita do Papa Francisco” ao país, prevista para 7 de maio.

A língua macedônia já existia no antigo site da Rádio Vaticano, antes da migração para o Vatican News, mas “queremos propor uma presença renovada, com maior interação”, explica o diretor editorial Andrea Tornielli. “Graças à disponibilidade do bispo Stojanov e de uma equipe de apoio, foi possível realizar este novo portal muito significativo para uma pequena comunidade do ponto de vista numérico, mas viva e significativa na realidade do país”.

Os católicos macedônios, de fato, representam menos de 1% da população total: são 20 mil, 15 mil dos quais de rito bizantino. Para o Papa Francisco, como ele mesmo disse pouco antes de sua eleição em uma das Congregações Gerais antes do Conclave, “a Igreja é chamada a sair de si mesma e voltar-se para as periferias, não somente as geográficas, mas também aquelas existenciais”.

Assim, fiel à missão da Rádio Vaticano, que há quase 90 anos abre seus microfones aos fiéis de todo o mundo, Vatican News abre seu site para difundir a Boa Nova em todos os ângulos da terra.

A Macedônia do Norte não tem saída para o mar, estando incrustada entre Grécia, Bulgária,  Sérvia, Kosovo e Albânia. Quase 64% da população declara-se cristã, a maioria pertencente à Igreja Ortodoxa.

08 abril 2019, 09:15