Cerca

Vatican News
 Card. Pietro Parolin Card. Pietro Parolin 

Card. Parolin recorda João XXIII como exemplo para os capelães militares

Na sexta-feira, 7 de dezembro, o cardeal Pietro Parolin presidiu a missa de comemoração dos 20 anos da fundação do Seminário Maior do Ordinariado Militar da Itália. A missa foi concelebrada pelo arcebispo ordinário militar Santo Marcianò e numerosos capelães ex-alunos do seminário

Cidade do Vaticano

"O caminho para a santidade do Papa João XXIII “passou pela experiência militar. Para ele, ser capelão representou um período da sua vida, enquanto que para vocês é vocação a ser vivida no tempo, para servir da melhor forma possível a missão de evangelização do mundo militar, também graças ao exemplo do Papa João XXIII”. São palavras do cardeal Secretário de Estado Pietro Parolin, na Missa pelos vinte anos de fundação do Seminário Maior do Ordinariado Militar da Itália, celebrada em 7 de dezembro.

Ouça e compartilhe

João XXIII tinha grande respeito pelo ministério de capelão militar. “Ele exerceu plenamente a dignidade sacerdotal – recorda o cardeal Parolin – como capelão militar, encontrando sempre ocasião para espalhar a boa semente do Evangelho, como lemos em uma das muitas cartas escritas naquele período: ‘A guerra deu-me a ocasião de aproximar muito mais almas do que fizera antes, e de estudar os melhores caminhos para chegar até elas. Portanto é uma experiência que me fez e me faz muito bem: sinto-me mais bondoso, mais disposto a aceitar os defeitos dos outros, a esquecer de mim mesmo, e tudo o que poderia me dar nome e honra neste mundo não me interessa quanto buscar o triunfo do reino de Deus e da sua Igreja […].

Comprometo-me naquilo que posso para o bem dos soldados… e devo dizer que tenho recompensas que desejaria a todos os sacerdotes que cuidam de almas

O convite do cardeal Parolin é para que todos sejam ‘padres com todo coração, padres como ele’, para ser ‘bons capelães’, próximos dos militares e suas famílias. “O mundo militar – prossegue Parolin – faz parte da vida da Igreja, é objeto de suas preocupações e cuidados pastorais, como confirmam os documentos do Concílio e do magistério pontifício, primeiro entre todos Spirituali militum curae”.

11 dezembro 2018, 09:53