Versão Beta

Cerca

Vatican News
Após 17 dias de trabalhos assíduos, os participantes do Sínodo dos Bispos para os Jovens visitam a Penitenciária de Roma, próxima ao Vaticano, para encontrar os encarcerados e participar de um Concerto de Sopranos italianos Após 17 dias de trabalhos assíduos, os participantes do Sínodo dos Bispos para os Jovens visitam a Penitenciária de Roma, próxima ao Vaticano, para encontrar os encarcerados e participar de um Concerto de Sopranos italianos  (Vatican Media )

Com a arte, Padres Sinodais levam mensagem de esperança a presos

A arte vai de encontro ao mundo do sofrimento, para o qual ecoa uma mensagem de beleza, arte e esperança para todos. A música torna-se meio de alegria e missão, linguagem sem fronteiras e liberdade de ser, expressar e experimentar emoções positivas.

Manoel Tavares - Cidade do Vaticano

Após 17 dias de trabalhos assíduos, os participantes do Sínodo dos Bispos para os Jovens, fazem uma pausa não comum e histórica: na tarde deste sábado (20/10), vão à Penitenciária de Roma, próxima ao Vaticano, para fazer uma visita aos encarcerados e participar de um Concerto de Sopranos italianos, intitulado “Livres na Arte”.

Além dos Padres Sinodais, participam do evento extraordinário representantes das instituições civis e religiosas, jovens do mundo do Voluntariado, atores do último filme sobre o Papa Francisco.

O Concerto de Sopranos intitulado “As DIV4S” - quarteto vocal feminino – que se realiza no pátio interno da Penitenciária romana, Regina Coeli, será intercalado com leitura de trechos dos discursos dos Papas, que visitaram a instituição carcerária, com fundo musical dos principais compositores da música cinematográfica italiana, estre os quais Ennio Morricone.

Assim, a arte encontra o mundo do sofrimento, para o qual ecoa uma mensagem de beleza, arte e esperança para todos. A música torna-se meio de alegria e missão, linguagem sem fronteiras e liberdade de ser, expressar e experimentar emoções positivas.

"O poder da música é imenso! Infelizmente, carregar o fardo do sofrimento, leva o ser humano a realizar, às vezes, gestos horríveis, difíceis de entender e comentar. Mas, não é este o momento para se julgar, mas continuar a esperar e trabalhar para que o bem possa triunfar".

O Quarteto feminino de Sopranos quer, hoje, ser intérprete de uma mensagem de amor, beleza e alegria; quer tentar voar alto com as asas da música; quer partilhar, esperar e incutir coragem e determinação aos que mais precisam, para reconstruir o próprio caminho".

O evento histórico de hoje conta com o patrocínio do Sínodo dos Bispos, em colaboração com a Rádio Vaticano (UCSI Molise com o patrocínio do Sínodo, em colaboração com Vaticano Notícias, os Capelães das Prisões italianas e a União da Imprensa de Molise.

Logo, o Concerto "Livres na Arte", diz o Inspetor dos Capelães, Padre Grimaldi, "representa uma mão estendida aos prisioneiros para experimentar a liberdade. Através do bem, do belo, da arte, da música e da cultura, os prisioneiros podem abrir seus corações para o imenso horizonte, que os projeta para além dos muros da prisão e para a própria reintegração".

Ouça e compartilhe!
20 outubro 2018, 10:23