Versão Beta

Cerca

Vatican News
Briefing sinodal de sábado, 27.10.2018 Briefing sinodal de sábado, 27.10.2018 

Briefing sinodal conclusivo: jovens restituíram entusiasmo do caminhar juntos

O documento final foi aprovado em todos os seus pontos com uma maioria bem superior aos dois terços previstos. Foi longamente aplaudido na Sala do Sínodo ao término da votação, disse o prefeito do Dicastério vaticano para a Comunicação, Paolo Ruffini.

Cidade do Vaticano

O documento final do Sínodo dos Bispos sobre os jovens é dirigido, em primeiro lugar, a todos os padres sinodais e ao Papa, a fim de que possam refletir, meditar, discernir e para que, depois, a Igreja possa continuar seu caminho sinodal: disse o prefeito do Dicastério vaticano para a Comunicação, Paolo Ruffini, no briefing da noite de sábado (27/10), na Sala de Imprensa da Santa Sé, sobre a conclusão dos trabalhos sinodais.

Processo sinodal prossegue nas Igrejas particulares

Recordando a forte correlação entre o Instrumentum laboris (Instrumento de trabalho) e o texto conclusivo, Ruffini ressaltou que o processo sinodal não se concluía ali. Prossegue nas Igrejas particulares, nas Conferências episcopais, observou.

Sinodalidade

“Ter feito um Sínodo sobre os jovens e com os jovens despertou a sinodalidade da Igreja”, acrescentou. Entre as propostas presentes no documento final, o prefeito do Dicastério vaticano para a Comunicação recordou a de uma efetiva participação dos jovens na corresponsabilidade nas Igrejas particulares e nos organismos das Conferências episcopais. Foi também proposto uma maior coordenação entre os muitos setores que dizem respeito aos jovens.

Mulheres na Igreja

Ruffini destacou que no documento final foi evocada a oportunidade de encontrar soluções que, nas paróquias, possam aliviar os sacerdotes dos muitos compromissos administrativos. Outras propostas concretas dizem respeito ao papel da mulher.

No documento final ressalta-se, sobretudo, a importância de um maior reconhecimento da presença das mulheres nos órgãos eclesiais em todos os níveis e também nos processos de decisão.

Sexualidade e abusos

Ademais, no documento final encontram-se presentes o tema da sexualidade, como dom, e a visão cristã da corporeidade e da castidade. Sobre a chaga dos abusos, indica-se a vontade de “buscar a verdade e pedir perdão”. “Nenhum arrependimento pode remediar”, lê-se no texto. No que diz respeito ao âmbito digital, foi lançada a proposta de introduzir a “possibilidade de certificar sites católicos”.

Jovens restituíram aos padres sinodais a juventude da Igreja

Por fim, falando ao Vatican News, o prefeito do referido Dicastério vaticano ressaltou, em particular, que os jovens restituíram aos padres sinodais a juventude da Igreja e o entusiasmo do caminhar juntos.

28 outubro 2018, 09:00