Versão Beta

Cerca

Vatican News
Papa Francisco com os jovens na Praça São Pedro Papa Francisco com os jovens na Praça São Pedro  (Vatican Media)

Representantes brasileiros no Sínodo dos Bispos

Na próxima quarta-feira, 3 de outubro, o Papa Francisco presidirá a uma solene celebração Eucarística, na Praça São Pedro, no Vaticano, por ocasião da inauguração da XV Assembleia ordinária do Sínodo dos Bispos.

Cidade do Vaticano

Na próxima quarta-feira, 3 de outubro, o Papa Francisco presidirá a uma solene celebração Eucarística, na Praça São Pedro, no Vaticano, por ocasião da inauguração da XV Assembleia ordinária do Sínodo dos Bispos, que se realizará no Vaticano, de 4 a 25 de outubro próximo, sobre o tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.

Em vista deste grande evento eclesial, o cardeal-arcebispo de Brasília e Presidente da CNBB, Dom Sérgio da Rocha, divulgou a lista de membros e suplentes eleitos esta Assembleia do Sínodo dos Bispos.

O Cardeal Sérgio da Rocha foi nomeado pelo Papa Francisco como Relator Geral do Sínodo. A sua função será de mediador e responsável de introduzir e sintetizar os assuntos expostos pelos Bispos durante o encontro sinodal.

Os representantes do episcopado brasileiro no Sínodo foram escolhidos durante a 56ª Assembleia Geral da CNBB, realizada em Aparecida, em abril deste ano. Os quatro membros e dois suplentes do Sínodo serão:

- Dom Vilsom Basso, bispo de Imperatriz (MA) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude;

- Dom Eduardo Pinheiro da Silva, bispo de Jaboticabal (SP), ex-presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB;

- Dom Jaime Spengler, arcebispo de Porto Alegre (RS) e presidente para a Comissão Episcopal para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, que coordenou o processo de elaboração do documento sobre a Formação sacerdotal, aprovado na 56ª Assembleia Geral da CNBB;

- Dom Gilson Andrade da Silva, Bispo auxiliar da arquidiocese de Salvador, que exerce a função de referencial dos Ministérios e Vocações no Nordeste3.

- Dom João Justino de Medeiros, arcebispo coadjutor de Montes Claros (MG) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Educação e Cultura, será o primeiro Suplente;

- Dom Antônio de Assis Ribeiro, bispo auxiliar de Belém (PA), será o segundo Suplente.

- P.e Valdir José de Castro, Superior Geral da Sociedade de São Paulo

- Pe. Alexandre Awi Mello, secretário do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida

Por outro lado, um dos Colaboradores do Secretário Geral do Sínodo será o brasileiro Filipe Alves Domingues, doutorando em Ciências Sociais da Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, especialista em Ética e Mídia.

Entre os Auditores do Sínodo estará Lucas Barboza Galhardo, representante do Movimento de Schoenstatt internacional, membro do Comitê de Coordenação nacional para a Pastoral Juvenil da CNBB.

Por fim, entre os Assistentes da Secretaria Geral do Sínodo estará o sacerdote brasileiro Padre Alberto Montealegre Vieira Neves.

30 setembro 2018, 15:07