Versão Beta

Cerca

VaticanNews
O documento conciliar pede que nos domingos e dias festivos de guarda se renove a oração universal dos fiéis, que popularmente chamamos de preces, que ocorre como uma resposta ao apelo da Palavra de Deus O documento conciliar pede que nos domingos e dias festivos de guarda se renove a oração universal dos fiéis, que popularmente chamamos de preces, que ocorre como uma resposta ao apelo da Palavra de Deus  (AFP or licensors)

A Oração Universal na Liturgia renovada

Estamos finalizando neste espaço dedicado aos 50 anos do Concílio Vaticano II, os 10 importantes aspectos da Renovação Litúrgica a partir da Constituição Dogmática Sacrosanctum Concilium, que aqui aprofundamos, tratando na edição de hoje sobre a importância da Oração Universal – as Preces dos fiéis.

Jackson Erpen - Cidade do Vaticano

No nosso espaço Memória Histórica - 50 anos do Concílio Vaticano II, vamos continuar a tratar da reforma litúrgica.

Na reforma litúrgica trazida pelo Concílio Vaticano II, percebemos 10 aspectos de renovação, a partir da constituição  Sacrosanctum Concilium. Já tratamos aqui neste nosso espaço do valor da Assembleia Litúrgica, o uso da Língua Vernácula, a importância das duas espécies eucarísticas - Pão e Vinho, o entendimento do Ofertório -  não somente como sacrifício pessoal, a participação ativa dos fiéis, a valorização da Palavra e do Ambão (Mesa da Palavra), a valorização da Vigilia Pascal, o Mistério Pascal como centro.

No programa passado, falamos sobre o verdadeiro sentido da Presença real, e na edição de hoje, concluindo esta etapa, padre Gerson Schmidt nos fala sobre  "A Oração Universal na Liturgia renovada":

 

"Estamos finalizando os 10 importantes aspectos da Renovação Litúrgica a partir da Constituição Sacrosanctum Concilium, que aqui aprofundamos. Hoje falamos da importância da Oração Universal – as Preces dos fiéis.  O documento conciliar pede que nos domingos e dias festivos de guarda se renove a oração universal dos fiéis, que popularmente chamamos de preces, que ocorre como uma resposta ao apelo da Palavra de Deus.

Diz assim o texto da SC, número 53, sob o título “A oração dos fiéis”:

53. Restaure-se, especialmente nos domingos e festas de preceito, a “oração comum” ou “oração dos fiéis”, recitada após o Evangelho e a homilia, para que, com a participação do povo, se façam preces pela santa Igreja, pelos que nos governam, por aqueles a quem a necessidade oprime, por todos os homens e pela salvação de todo o mundo.

Portanto, são quatro as grandes petições sugeridas:

1-      Pela Santa Igreja – papa, bispos, sacerdotes, lideranças, etc.

2-      Pelos governantes – o poder temporal

3-      Pelos pobres e necessitados – os mais desprovidos.

4-      Pela comunidade local e pelas necessidades concretas do povo que celebra.

Na introdução do Missal Romano, reformulado inteiramente segundo as orientações novas do Concilio, fala assim a respeito da Oração Universal:

45. Na oração universal ou oração dos fiéis, o povo responde, de algum modo à palavra de Deus recebida na fé e, exercendo a função do seu sacerdócio batismal, apresenta preces a Deus pela salvação de todos. Convém que em todas as Missas com participação do povo se faça esta oração, na qual se pede pela santa Igreja, pelos governantes, pelos que se encontram em necessidade, por todos os homens em geral e pela salvação do mundo inteiro

46. Normalmente a ordem das intenções é a seguinte: a) pelas necessidades da Igreja; b) pelas autoridades civis e pela salvação do mundo; c) por aqueles que sofrem dificuldades; d) pela comunidade local."

Ouça e compartilhe!

 

28 maio 2018, 12:18