Busca

Vatican News
Papa Francisco durante viagem apostólica ao Panamá em 2019 Papa Francisco durante viagem apostólica ao Panamá em 2019  (Vatican Media)

A proximidade do Papa ao povo panamenho

O Papa Francisco manifesta sua “proximidade espiritual ao povo panamenho e implora ao Senhor que sustente em seu esforço comum todas as instituições que trabalham para levar consolo aos afetados“ pela Covid-19.

Vatican News

O Papa Francisco expressa sua proximidade ao povo panamenho numa mensagem enviada ao país, assinada pelo secretário de Estado, cardeal Pietro Parolin.

Ouça e compartilhe

No ato de reconhecimento aos heróis da saúde, especialmente aos que morreram por causa da Covid-19, realizado no dia 24 de março, o arcebispo do Panamá, dom José Domingo Ulloa, leu a mensagem do Papa Francisco para esta ocasião, na qual o Pontífice manifesta sua “proximidade espiritual ao povo panamenho, e implora ao Senhor que sustente em seu esforço comum todas as instituições que trabalham para levar consolo aos afetados e concede a bênção apostólica”.

Também na mensagem, o Santo Padre confia todos os falecidos à “infinita misericórdia de Deus e à intercessão materna da Bem-aventurada Virgem Maria”.

Referindo-se aos profissionais da saúde, dom Ulloa destacou sua “grande humanidade e um grande senso de patriotismo”, que cumprem em sua missão de “salvar vidas”. Desde que o primeiro caso de Covid-19 foi detectado no país faleceram 111 agentes de saúde.

Com gratidão em seu coração, dom Ulloa disse que é preciso ressaltar a dedicação por amor à Pátria e ao povo de tantos heróis anônimos neste tempo de pandemia, acrescentando que a Igreja os reconheceu gradativamente, mas ainda há muitos a serem reconhecidos publicamente.

Diante deste inimigo invisível que é a Covid, que causou cerca de 6.046 mortos no Panamá, dom Ulloa disse que "não devemos ter medo de reconhecer que precisamos de Deus, e de nos voltarmos para Ele cheios de esperança", diante da realidade da morte que nos faz descobrir que não somos autossuficientes, que precisamos do Senhor.

“O Ministério da Saúde fez o ato de comemoração a todos os profissionais de saúde caídos durante a batalha contra a Covid-19. É digno homenagear todos os colegas que ofereceram suas vidas com honra, buscando a maneira para dar saúde ao povo panamenho”, disse o ministro desta pasta, Francisco Sucre.

Durante o ato, uma placa em homenagem aos falecidos foi descerrada pelas autoridades do Ministério da Saúde, na presença de representantes das comunidades de fé e funcionários.

Mudas de Guayacán também foram entregues aos 15 diretores regionais da saúde do país, para lembrar as mais de 6 mil pessoas que perderam a vida em decorrência da Covid-19.

29 março 2021, 10:59