Busca

Vatican News

Experiência do encontro com Jesus nos leva a seguir caminhos diferentes, diz Papa

"Toda experiência de encontro com Jesus nos leva a seguir caminhos diferentes, porque dele vem uma força boa que cura o coração e nos separa do mal", disse o Papa no Angelus da Solenidade da Epifania.

Jackson Erpen – Cidade do Vaticano

“Toda experiência de encontro com Jesus nos leva a seguir caminhos diferentes, porque dele vem uma força boa que cura o coração e nos separa do mal.”

Ouça e compartilhe

A mudança de direção na vida dos Magos após terem encontrado o Menino Jesus guiados pela estrela, inspirou a reflexão do Papa Francisco no Angelus da Solenidade da Epifania, celebrada neste 6 de janeiro no Vaticano, na Itália e em outros países.

Falando aos milhares de peregrinos e turistas presentes na Praça São Pedro, o Santo Padre recordou o que descreve Mateus: "Avisados em sonho para não voltarem a Herodes, retornaram para a sua terra, seguindo outro caminho". 

Esses sábios, vindos de regiões distantes, depois de terem viajado muito, encontram aquele que desejavam conhecer depois de tê-lo procurado por um longo tempo, certamente também com dificuldades e vicissitudes. E quando finalmente alcançam sua meta, se prostram diante do Menino, o adoram, oferecem a ele seus preciosos dons. Após partem novamente, sem demora, para retornar à sua terra. Mas aquele encontro com o Menino, transformou as suas vidas.

O estilo de Deus

 

O encontro com Jesus - explica o Papa -  não retém os magos, antes pelo contrário, infunde-lhes um novo impulso para retornar ao seu país, para contar o que viram e a alegria que sentiram”:

Nisto está uma demonstração do estilo de Deus, do seu modo de se manifestar na história. A experiência de Deus não nos bloqueia, mas nos liberta; não nos aprisiona, mas nos coloca em caminho, nos coloca novamente nos lugares habituais de nossa existência.

“Os lugares são e serão os mesmos, mas nós, após o encontro com Jesus, não somos os mesmos de antes. O encontro com Jesus nos muda, nos transforma.”

Encontro com Jesus nos faz mudar de direção

 

Após o encontro com Jesus, os Magos retornam a seus locais de origem, mas “por outro caminho”, como descreve Mateus. “Eles são levados a mudar de direção advertidos pelo aviso do anjo, para não encontrar Herodes e seus planos de poder:

“Toda experiência de encontro com Jesus nos leva a seguir caminhos diferentes, porque dele vem uma força boa que cura o coração e nos separa do mal.”

Deus abre caminhos de novidade e liberdade

 

“Retorna-se "ao próprio país", mas "por outro caminho": continuidade e novidade, observa Francisco, explicando que isso indica “que somos nós que temos que mudar, transformar nosso modo de viver, mesmo no ambiente usual, a modificar os critérios de juízo sobre a realidade que nos rodeia”:

Eis a diferença entre o verdadeiro Deus e os ídolos traiçoeiros, como o dinheiro, o poder, o sucesso, ...; entre Deus e aqueles que prometem dar a você esses ídolos, como os magos, os cartomantes, os feiticeiros. A diferença é que os ídolos nos amarram a eles, nos tornam 'ídolos-dependentes', e nós nos apossamos deles. O verdadeiro Deus não nos retém nem se deixa reter por nós:  nos abre caminhos de novidade e liberdade, porque Ele é Pai que está sempre conosco para nos fazer crescer.

“Se tu encontras Jesus, se tens um encontro espiritual com Jesus, lembra-te: deves retornar aos mesmos lugares de sempre, mas por outro caminho, com um outro estilo. É assim, é o Espírito Santo, que Jesus nos dá, que nos transmforma o coração.”

Peçamos à Virgem Maria – foi o pedido do Papa ao concluir - para que possamos nos tornar testemunhas de Cristo ali onde estamos, com uma nova vida transformada por seu amor.

Papa na janela do apartamento pontifício
Papa na janela do apartamento pontifício

Natal segundo o Calendário Juliano

 

Após rezar o Angelus, o Papa Francisco saudou, em particular, “os irmãos das Igrejas Orientais, Católicas e Ortodoxas, muitos dos quais celebram amanhã o Natal do Senhor. Para eles e para suas comunidades desejamos a luz e a paz de Cristo Salvador. E façamos um aplauso aos nossos  irmãos ortodoxos e católicos das Igrejas Orientais.”

Infância Missionária

 

O Papa também recordou que no dia da Epifania é celebrado o Dia Mundial da Infância Missionária:

É a festa das crianças e dos jovens missionários que vivem o chamado universal à santidade, ajudando os seus pares mais necessitados, mediante a oração e os gestos de partilha. Rezemos por eles.

Papa saúda expressões populares da Epifania

 

Francisco também saudou os participantes do Cortejo histórico-folclórico inspirado na tradição da Epifania, aos cuidados neste ano da região de Allumiere e di Vale “del Mignone”. O Cortejo percorreu a Via da Conciliação até a Praça São Pedro, para participar do Angelus. O Papa também estendeu sua saudação aos cortejos dos Magos realizados em numerosas cidades e vilarejos da Polônia”, acrescentando:

Me apraz saudar as tão belas expressões populares relacionadas à Festa de hoje - penso na Espanha, na América Latina, na Alemanha - tradições que são mantidas em seu genuíno significado cristão.

Photogallery

Cortejo folcórico da Epifania na Praça São Pedro
06 janeiro 2020, 12:10