Busca

Vatican News
Cresce a expectativa para a chegada do Papa Francisco a Moçambique Cresce a expectativa para a chegada do Papa Francisco a Moçambique 

Visita do Papa a Moçambique é "oportunidade única" de evangelização

Nosso colega moçambicano Padre Bernardo Suate entrevistou o bispo da diocese de Tete, que fica no centro do país, Dom Diamantino Antunes sobre a expectativa para a chegada do Papa Francisco a Moçambique.

Cidade do Vaticano

Faltam pouco mais de duas semanas para a visita do Papa Francisco a Moçambique, primeira etapa de sua 31ª viagem apostólica, que o levará também a Madagascar e Maurício.

Em terras moçambicanas, o Pontífice ficará somente em Maputo, onde estão previstos os encontros com as autoridades, com os jovens e com a igreja local. Francisco conhecerá também um hospital e uma casa que presta assistência a moradores de rua. Antes de deixar a capital, o Pontífice vai presidir à Santa Missa no estádio de Maputo.

Oportunidade única

A propósito da expectativa, nosso colega moçambicano Padre Bernardo Suate entrevistou o bispo da diocese de Tete, que fica no centro do país, Dom Diamantino Antunes.

O bispo fala da alegria da Igreja e da população em acolher o Papa e a preparação espiritual feita nas comunidades.

Para Dom Diamantino, a presença de Francisco é uma “oportunidade única e importantíssima que nos ajudará, como Igreja, a sair de nossos ambientes para ir em busca daqueles que estão distantes, daqueles que se afastaram da Igreja Católica, que ainda não conhecem o Evangelho, e ser uma Igreja mais simples e profética”.

Ouça a entrevista com Dom Antunes
16 agosto 2019, 11:29