Cerca

Vatican News

Papa lembra o Dia Mundial do Meio Ambiente em tuíte

“Hoje, com gratidão a Deus, recordamos que nosso corpo contém os elementos do planeta, seu ar é o que nos permite respirar e sua água nos vivifica e nos restaura”.

Cristiane Murray - Cidade do Vaticano

Com esse tuíte, o Papa Francisco recorda que neste 5 de junho o mundo comemora o Dia do Meio Ambiente, data instituída em 1972 durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano em Estocolmo, na Suécia.

#BeatAirPollution #LaudatoSì

O principal objetivo do Dia é chamar a atenção de toda a população e dos governos para os problemas ambientais e a importância da preservação dos recursos naturais do planeta, que até pouco tempo atrás, eram considerados inesgotáveis.

Para ouvir e compartilhar:

 

Hoje, o planeta não consegue regenerar os seus recursos naturais na mesma velocidade das nossas demandas. Com o crescimento da população e dos níveis de consumo, o Banco Mundial estima que em 2050 sejam necessárias quase três Terras para dar conta das demandas do nosso estilo atual de vida.

“ O urgente desafio de proteger a nossa Casa Comum inclui a preocupação de unir toda a família humana na busca de um desenvolvimento sustentável e integral, pois sabemos que as coisas podem mudar. O Criador não nos abandona, nunca recua no seu projeto de amor, nem Se arrepende de nos ter criado. A humanidade possui ainda a capacidade de colaborar na construção da nossa Casa Comum. ”

(Papa Francisco – Carta encíclica Laudato Si’, 13)

No próximo dia 18, a encíclica Laudato Si’ – sobre o cuidado da Casa Comum, redigida pelo Papa Francisco, completará quatro anos. O documento é considerado um marco na abordagem da temática socioambiental pela Igreja e tem como proposta principal a conversão ecológica, numa perspectiva de uma ecologia integral, na qual relações, pessoas, a natureza e as crises, “tudo está interligado”.

Ecologia integral, tema do próximo Sínodo Pan-amazônico

“ Deus da vida, da justiça e do amor, Vós fizestes com ternura o nosso planeta, morada de todas as espécies e povos. Dai-nos assumir, na força da fé e em irmandade ecumênica, a corresponsabilidade na construção de um mundo sustentável e justo, para todos. No seguimento de Jesus, com a Alegria do Evangelho e com a opção pelos pobres. ”

(Dom Pedro Casaldáliga,bispo emérito da Prelazia de São Felix do Araguaia)

#SinodoAmazonico

 

05 junho 2019, 12:25