Busca

Vatican News
Dom Ignazio Sanna, novo presidente Pontifícia Academia Teológica Dom Ignazio Sanna, novo presidente Pontifícia Academia Teológica 

Papa nomeia D. Sanna presidente da Pontifícia Academia Teológica

O arcebispo italiano Dom Ignazio Sanna foi nomeado nesta segunda-feira, 03, novo presidente de Pontifícia Academia Teológica.

Roberto Piermarini - Cidade do Vaticano

A Sala de Imprensa da Santa Sé informou nesta segunda-feira, 3, que o Papa Francisco nomeou como presidente da Pontifícia Academia de Teologia Dom Ignazio Sanna, arcebispo emérito de Oristano e acadêmico ad honorem da mesma Academia Pontifícia. Ele sucede ao prof. Réal Tremblay, professor emérito da Fundação Alfonsiana.

Quem é Dom Sanna

 

Dom Ignazio Sanna nasceu em Orune, Província de Nuoro, em 20 de fevereiro de 1942. Completou seus estudos inicialmente no Seminário Episcopal de Nuoro, mais tarde no Seminário Regional de Cuglieri (Nu), e por fim, no Seminário Romano Maior. Recebeu a ordenação sacerdotal em 11 de março de 1967 na igreja paroquial de Orune, incardindo na Diocese de Nuoro. Em 1968 ingressou na Pontifícia Academia Eclesiástica. Em 30 de abril de 1970 formou-se em Teologia na Pontifícia Universidade Lateranense; em 23 de março do mesmo ano em Filosofia, na Universidade La Sapienza de Roma e em 21 de junho de 1972 obteve a Licenciatura em Direito Canônico na Pontifícia Universidade Lateranense.

 

Desde 1974 é membro do Instituto Secular dos Sacerdotes Diocesanos de Schönstatt. Em 1983 foi nomeado Capelão de Sua Santidade. Em 22 de abril de 2006, foi nomeado arcebispo metropolitano de Oristano pelo Papa Bento XVI. Ele recebeu a ordenação episcopal na Catedral de Oristano, em 25 de junho seguinte, do cardeal Camillo Ruini. Em março de 2017, o Papa aceitou sua renúncia ao governo pastoral da Arquidiocese de Oristano, apresentada ao completar 75 anos, com a fórmula "nunc pro tunc", prorrogando seu mandato como arcebispo metropolitano da cidade por mais dois anos. anos. De 25 de setembro de 2017 a 24 de maio de 2018, foi presidente interino da Comissão Episcopal para a Doutrina da Fé, o anúncio e a catequese da Conferência Episcopal Italiana.

Em 3 de outubro de 2017, foi eleito vice-presidente da Conferência Episcopal da Sardenha. Em 4 de maio de 2019, o Papa Francisco aceita sua renúncia ao governo pastoral da Arquidiocese de Oristano e agora o nomeou presidente da Pontifícia Academia Teológica.

A Pontifícia Academia Teológia: uma das Academias da Cúria Romana

 

Dedicada à formação de teólogos, a Academia tem a missão de promover o diálogo entre fé e razão e aprofundar a doutrina cristã seguindo as instruções do Papa. A missão dos acadêmicos é "apresentar a inteligência da Revelação e o conteúdo da fé". Foi canonicamente instituída pelo Papa Clemente XI em uma carta datada de 23 de abril de 1718. Posteriormente, a Academia foi apoiada e fortalecida pela obra do Papa Bento XIII, Clemente XIV, Gregório XVI e João Paulo II. Estes dois últimos Papas renovaram seus Estatutos respectivamente em 26 de outubro de 1838 e 28 de janeiro de 1999.

Francisco com a Academia Teológica

 

Por ocasião do 300º aniversário de sua criação, os membros da Academia foram recebidos pelo Papa Francisco em 26 de janeiro do ano passado, que convidou-os a promover o encontro entre teologia, filosofia e ciências humanas e a ser um lugar de debate e diálogo para a comunicação da Evangelho nos novos contextos, atentos às urgências de quem sofre.

 

03 junho 2019, 12:00