Busca

Vatican News
A dimensão inter-religiosa estará no centro desta viagem A dimensão inter-religiosa estará no centro desta viagem 

Francisco nos Emirados Árabes Unidos: tolerância e diálogo inter-religioso

Poucos dias antes da chegada do Papa Francis em Abu Dhabi, o país do Golfo Pérsico, pela voz do ministro de Estado, sultão Ahmed Al Jaber, destaca a tradição de hospitalidade e diversidade cultural dos Emirados, que proclamou 2019 como "ano de tolerância".

Jean Charles Putzolu - Cidade do Vaticano

O Papa Francisco chegará no domingo, 3 de fevereiro, na capital dos Emirados Árabes Unidos, para a primeira visita de um Pontífice no Golfo Pérsico. Quase um milhão de católicos vive e trabalha nos Emirados Árabes Unidos. Eles são estrangeiros em um país onde convivem mais de 200 nacionalidades e etnias, em nome de uma "longa tradição de aceitação, de coexistência e de inclusão”, enfatiza o sultão Al Jaber em um comunicado.

Ouça e compartilhe!

Neste contexto – lê-se ainda -  a visita de Francisco irá representar para os Emirados um “poderoso testemunho” desta tolerância, construída sobre o 'princípio fundamental' pelo fundador, xeique Zayed bin Al Nahyan, que "percebeu que seu país e a região em geral se beneficiariam da construção de pontes e da criação de laços culturais com a comunidade internacional".

Durante sua visita, o Papa Francisco irá celebrar uma Missa na terça-feira, 5 fevereiro, no Zayed Sports City de Abu Dhabi, para a qual, de acordo com o site Arab News, haverá 135.000 lugares disponíveis. As autoridades concederam um dia de descanso a todos os fiéis que participarão da celebração.

A dimensão inter-religiosa estará no centro desta viagem. Na segunda-feira, 4 de fevereiro, o Papa se reunirá com o Grão Imame de Al-Azhar, o xeique Ahmad Al Tayyeb - será o quinto encontro entre os dois líderes – e o presidente do Conselho de anciãos muçulmanos. Um encontro que "testemunhará um compromisso compartilhado com os princípios de respeito mútuo e de coexistência pacífica", segundo ressalta a declaração.

A Santa Sé e os Emirados Árabes Unidos estabeleceram relações diplomáticas em 2007. Em setembro de 2016, o príncipe herdeiro de Abu Dhabi, xeique Mohammed bin Zayed Al Nahyan, foi recebido pelo Papa Francisco no Vaticano.

No ano passado, o Ministro de Relações Exteriores e Cooperação Internacional convidou formalmente o Santo Padre a visitar os Emirados Árabes Unidos. Será a 27ª Viagem Apostólica do Papa Francisco e o 41º país visitado desde o início do Pontificado em 2013.

 

01 fevereiro 2019, 09:13