Cerca

Vatican News

Papa e o menino argentino: livres diante de Deus como as crianças

O menino argentino foi saudar o Papa Francisco ao final da Audiência, e acabou chamando a atenção pela sua vivacidade e espontaneidade.

Cidade do Vaticano

A presença de uma criança na Sala Paulo VI ao final da Audiência Geral, atraiu as atenções e arrancou risos dos presentes. Também do Papa Francisco e do prefeito da Casa Pontifícia, o arcebispo alemão Georg Gänswein. O menino argentino foi até o Papa para saudá-lo, mas também se distraiu com os guardas-suíços que permaneciam estáticos. Falando em espanhol, Francisco disse:

“Esta criança não consegue falar, é muda. Porém, sabe “comunicar”, sabe se expressar. E tem uma coisa que me fez pensar: é livre, indisciplinadamente livre. Porém livre. E me leva a pensar: também eu sou livre diante de Deus? Quando Jesus diz que devemos nos fazer como crianças, nos diz que devemos ter a liberdade que tem uma criança diante de seu Pai...esta criança...peçamos a graça de que possa falar”.

28 novembro 2018, 12:02