Versão Beta

Cerca

Vatican News
Cardeal Donald W. Wuerl Cardeal Donald W. Wuerl  (2018 Getty Images)

Papa aceita renúncia do cardeal Wuerl como arcebispo de Washington

Em uma carta ao purpurado, o Papa Francisco reconhece no pedido de renuciar ao cargo, o coração do pastor que olha para o bem da Igreja acima de qualquer divisão semeada pelo pai da mentira. O cardeal Wuerl pediu perdão por eventuais erros de juízo do passado.

Cidade do Vaticano

O Papa Francisco aceitou nesta sexta-feira a renúncia ao governo pastoral da Arquidiocese de Washington, nos Estados Unidos, apresentada pelo cardeal Donald W. Wuerl. O purpurado já havia apresentado sua renúncia pela primeira vez há cerca de três anos, ao completar 75 anos.

O Papa, em uma carta enviada ao purpurado - e publicada no site da arquidiocese - reconhece no pedido de renunciar ao cargo "o coração do pastor que, alargando o olhar para reconhecer um bem maior, que poderá beneficiar o corpo todo (cfr. Ex. Ap. Evangelii gaudium, n. 235), privilegia ações que apoiam, estimulem e façam crescer a unidade e a missão da Igreja, acima de todo tipo de estéril divisão semeada pelo pai da mentira, o qual, tentando ferir o pastor , não quer outra coisa se não que as ovelhas se dispersem (cfr Mt 26,31) ".

"Você possui elementos suficientes - acrescenta Francisco – para "justificar" o seu agir e distinguir entre o que significa encobrir delitos ou não ocupar-se dos problemas, e cometer algum erro. Todavia, a sua nobreza o levou a não usar esse meio de defesa. Estou orgulhoso disso e agradeço a você. Desta forma, você traz a intenção de colocar em primeiro lugar o Projeto de Deus em relação a qualquer tipo de projeto pessoal, incluindo o que se poderia considerar como um bem para a Igreja. A sua renúncia é um sinal de disponibilidade e docilidade ao Espírito que continua a agir em sua Igreja".

Ao aceitar a renúncia, o Papa pede ao cardeal  Wuerl para "permanecer como Administrador Apostólico da Arquidiocese, até a nomeação" de seu sucessor.

Então conclui: "Querido irmão, faço minhas as palavras do Eclesiástico: "Vós, que temeis o Senhor, tende confiança nele, a fim de que não se desvaneça vossa recompensa” (2,8). Que a Santíssima Virgem proteja você com o seu manto e a força do Espírito Santo dê a você graça de saber de que modo podes continuar a servi-lo neste novo tempo que o Senhor dá a você".

O cardeal  Wuerl, em um comunicado publicado no site da arquidiocese, afirma por sua vez: "O nosso Santo Padre, Papa Francisco, aceitou a renúncia oferecida pela primeira vez em 12 de novembro de 2015, quando completei 75 anos. Sou profundamente agradecido por seu sincero compromisso pelo bem da Arquidiocese de Washington e também estou profundamente tocado por suas afáveis palavras de compreensão. A decisão do Santo Padre de proporcionar uma nova liderança à Arquidiocese pode permitir a todos os fiéis, clero, religiosos e leigos, de concentrarem-se na cura e no futuro. Permite a esta Igreja local de seguir em frente. Mais uma vez, por eventuais erros de juízo do passado, peço desculpas e peço perdão. Minha renúncia é uma maneira de expressar meu grande e constante amor por vocês, povo da Igreja de Washington".

Ouça e compartilhe!

 

 

12 outubro 2018, 14:48