Cerca

Vatican News
Papa Francisco com os bispos do Chile, em maio passado Papa Francisco com os bispos do Chile, em maio passado 

Papa Francisco aceita renúncia de três bispos chilenos

Trata-se do arcebispo de Puerto Montt, dom Cristián Caro Cordero, e do bispo de Valparaiso, dom Gonzalo Duarte García De Cortázar, que apresentaram a renúncia por motivos de idade, e do bispo de Osorno, dom Juan Barros Madrid, que tira um ano sabático.

Cidade do Vaticano

O Papa Francisco aceitou, nesta segunda-feira (11/06), a renúncia ao governo pastoral da Arquidiocese de Puerto Montt, no Chile, apresentada por dom Cristián Caro Cordero, por motivos de idade, nomeando administrador apostólico “sede vacante et ad nutum Sanctae Sedis” da arquidiocese pe. Ricardo Basilio Morales Galindo, provincial dos Mercedários no Chile.

O Santo Padre aceitou também a renúncia ao governo pastoral da Diocese de Valparaiso, no Chile, apresentada também por motivos de idade, por Dom Gonzalo Duarte García De Cortázar, e nomeou administrador apostólico “sede vacante et ad nutum Sanctae Sedis” da diocese dom Pedro Mario Ossandón Buljevic, bispo auxiliar de Santiago do Chile.

Por fim, o Papa aceitou a renúncia ao governo pastoral da Diocese chilena de Osorno, apresentada por dom Juan Barros Madrid e nomeou administrador apostólico “sede vacante et ad nutum Sanctae Sedis” desta diocese dom Jorge Enrique Concha Cayuqueo, bispo auxiliar de Santiago.

Dom Barros tira um ano sabático.

Renúncia bispos do Chile
11 junho 2018, 12:37