Cerca

Vatican News
Papa Francisco recebeu em audiência os diretores das Pontifícias Obras Missionárias Papa Francisco recebeu em audiência os diretores das Pontifícias Obras Missionárias  (Vatican Media)

Papa encontra as POM: renovar a consciência missionária da Igreja

“A conversão missionária das estruturas da Igreja requer santidade pessoal e criatividade espiritual.", disse Francisco.

Cidade do Vaticano

O Papa Francisco recebeu em audiência, nesta sexta-feira (1º/06), na Sala Clementina, no Vaticano, os diretores nacionais das Pontifícias Obras Missionárias (POM), por ocasião de sua assembleia geral, em Roma.

Francisco agradeceu ao organismo católico pelo trabalho de conscientização missionária do Povo de Deus, assegurando suas orações.

“ Temos diante de nós um caminho interessante: a preparação do Mês Missionário Extraordinário de outubro de 2019, que eu convoquei no Dia Mundial das Missões de 2017. ”

"Encorajo-os a  viver esta fase de preparação como uma grande oportunidade de renovar o compromisso missionário de toda a Igreja. É também uma ocasião providencial para renovar as nossas Pontifícias Obras Missionárias. As coisas devem ser sempre renovadas: renovar o coração, renovar as obras, renovar as organizações, caso contrário, terminaremos num museu."

"Temos de nos renovar para não acabar no museu. Vocês sabem da minha preocupação com o perigo de que seu trabalho se reduzida à mera dimensão monetária de ajuda material, transformando-os numa agência como muitas outras.”

Francisco chamou a atenção para a urgência da “renovação da consciência missionária de toda a Igreja hoje, intuição grande e corajosa do Papa Bento XV, contida em sua Carta Apostólica Maximum illud: a necessidade de requalificar evangelicamente a missão da Igreja no mundo”.

“Se a renovação for autêntica, criativa e eficaz, a reforma de suas obras consistirá numa verdadeira refundação, uma requalificação de acordo com as exigências do Evangelho”, frisou o Papa.

“ A conversão missionária das estruturas da Igreja requer santidade pessoal e criatividade espiritual. ”

"Portanto, não somente renovar o velho, mas permitir que o Espírito Santo crie o novo, fazendo novas todas as coisas. Não tenham medo das novidades que vêm do Senhor Crucificado e Ressuscitado. Sejam valentes e corajosos na missão, colaborando com o Espírito Santo em comunhão com a Igreja de Cristo.”

Francisco perguntou: “O que significa requalificar-se evangelicamente para as Pontifícias Obras Missionárias que junto com a Congregação para a Evangelização dos Povos estão preparando o Mês Missionário Extraordinário?

"Acredito que significa simplesmente uma conversão missionária. Precisamos nos requalificar a partir da missão de Jesus, requalificar o esforço de coleta e distribuição de ajuda material à luz da missão e da formação que esta exige, a fim de que consciência e responsabilidade missionária voltem a fazer parte da vida cotidiana do santo povo fiel de Deus.”

Falando sobre o tema do Mês Missionário Extraordinário de outubro de 2019, “Batizados e enviados: a Igreja de Cristo em missão no mundo”, o Papa explicou que “o envio para a missão é um chamado ínsito no Batismo. É de todos os batizados. Assim, a missão é envio para a salvação que causa a conversão do enviado e do destinatário: a nossa vida é, em Cristo, uma verdadeira missão! A dimensão missionária do nosso Batismo traduz-se no testemunho de santidade que dá vida e beleza ao mundo.”

Francisco destacou que “renovar as Pontifícias Obras Missionárias significa ter no coração, com compromisso sério e corajoso, a santidade de cada um e da Igreja como família e comunidade. Para colaborar na salvação do mundo é preciso amá-lo e estar dispostos a dar a vida servindo a Cristo, único Salvador do mundo. Nós não temos um produto para vender, mas uma vida para comunicar: Deus, sua vida divina, seu amor misericordioso e sua santidade!”

O Pontífice recordou que em outubro de 2019, Mês Missionário Extraordinário, se realizará também o Sínodo para a Amazônia.

“Acolhendo as preocupações de muitos fiéis, leigos e pastores, eu quis que se encontrassem para rezar e refletir sobre os desafios da evangelização nessas terras da América do Sul onde vivem Igrejas particulares importantes.”

“Espero que essa coincidência nos ajude manter fixo o nosso olhar em Jesus Cristo ao enfrentar problemas, desafios, riquezas e pobreza; ajude-nos a renovar o compromisso de serviço ao Evangelho para a salvação dos homens e mulheres que vivem nessas terras. Rezemos para que o Sínodo para a Amazônia possa requalificar evangelicamente a missão nessa região do mundo tão sofrida, injustamente explorada e necessitada da salvação de Jesus”, concluiu Francisco.

Papa recebe as POM no Vaticano

 

Photogallery

Papa com os Diretores Nacionais das POM
01 junho 2018, 13:02