Versão Beta

Cerca

Vatican News
20 mil participaram do Angelus neste domingo (10/06) 20 mil participaram do Angelus neste domingo (10/06)  (ANSA)

Papa: "Encontro de Singapura garanta futuro de paz"

Francisco disse esperar que a cúpula que reunirá o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o presidente estadunidense, Donald Trump, em Singapura na próxima terça-feira (12/06) contribua para a paz na península coreana e em todo o mundo.

Cidade do Vaticano

O Papa Francisco disse esperar que a cúpula que reunirá o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o presidente estadunidense, Donald Trump, em Singapura na próxima terça-feira (12/06) contribua para a paz na península coreana e em todo o mundo.

Após a tradicional oração do Angelus na sacada do Palácio Pontifício, Francisco se referiu à histórica reunião de Singapura, onde pela primeira vez se reunirão os governantes dos dois países.

“ Que possa contribuir ao desenvolvimento de um caminho positivo, que assegure um futuro de paz para a península e o mundo inteiro ”

Na sequência, Francisco convidou os fiéis a rezarem “à Virgem Rainha da Coreia para que acompanhe as negociações”.

História

O Pontífice, que visitou a Coreia do Sul em agosto de 2014, enviou diversas mensagens por ocasião das diferentes reuniões e gestos realizados em vistas da pacificação da península.

As duas Coreias estão separadas desde agosto de 1945, quando Estados Unidos e União Soviética concordaram em dividir o país no 38º paralelo: os estadunidenses ocupariam a parte sul, os soviéticos, a norte. Mesmo tendo sido feitas várias tentativas para levar à reunificação, a divisão se perpetuou e hoje, a fronteira é uma das mais hostis e pesadamente militarizadas do mundo. E o povo continua dividido em dois.
 

Baixe e compartilhe
10 junho 2018, 13:29