Busca

Vatican News
20 mil participaram do Angelus neste domingo (10/06) 20 mil participaram do Angelus neste domingo (10/06)  (ANSA)

Papa: "Encontro de Singapura garanta futuro de paz"

Francisco disse esperar que a cúpula que reunirá o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o presidente estadunidense, Donald Trump, em Singapura na próxima terça-feira (12/06) contribua para a paz na península coreana e em todo o mundo.

Cidade do Vaticano

O Papa Francisco disse esperar que a cúpula que reunirá o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o presidente estadunidense, Donald Trump, em Singapura na próxima terça-feira (12/06) contribua para a paz na península coreana e em todo o mundo.

Após a tradicional oração do Angelus na sacada do Palácio Pontifício, Francisco se referiu à histórica reunião de Singapura, onde pela primeira vez se reunirão os governantes dos dois países.

“Que possa contribuir ao desenvolvimento de um caminho positivo, que assegure um futuro de paz para a península e o mundo inteiro”

Na sequência, Francisco convidou os fiéis a rezarem “à Virgem Rainha da Coreia para que acompanhe as negociações”.

História

O Pontífice, que visitou a Coreia do Sul em agosto de 2014, enviou diversas mensagens por ocasião das diferentes reuniões e gestos realizados em vistas da pacificação da península.

As duas Coreias estão separadas desde agosto de 1945, quando Estados Unidos e União Soviética concordaram em dividir o país no 38º paralelo: os estadunidenses ocupariam a parte sul, os soviéticos, a norte. Mesmo tendo sido feitas várias tentativas para levar à reunificação, a divisão se perpetuou e hoje, a fronteira é uma das mais hostis e pesadamente militarizadas do mundo. E o povo continua dividido em dois.
 

Baixe e compartilhe
10 junho 2018, 13:29