Versão Beta

Cerca

VaticanNews

Papa aos jovens: construam pontes, não muros

O Santo Padre enviou uma videomensagem aos jovens participantes em uma Vigília de oração mariana internacional, que se realizou na tarde de sábado no Santuário de São Gabriel, em Teramo, Itália, em preparação ao próximo Sínodo dos Bispos sobre os Jovens.

Manoel Tavares - Cidade do Vaticano

O Papa expressou sua alegria em poder participar, pelo menos espiritualmente, desta vigília de oração mariana. Por isso, não podendo estar presente pessoalmente, enviou-lhes uma videomensagem, em que afirma: “A única fé e a oração comum dos fiéis em Cristo unem os cristãos do mundo inteiro”.

Maria, jovem entre os jovens

A seguir, Francisco compartilhou com os jovens alguns pensamentos. O primeiro sobre Maria:

“É belo ver os jovens que rezam o Terço, expressão do seu carinho por Nossa Senhora. A sua mensagem é mais atual do que nunca! Maria é uma jovem entre os jovens, uma mulher dos nossos dias.”

A Virgem, disse o Papa, ainda era adolescente quando Deus a escolheu como corredentora da humanidade; ela permaneceu jovem como discípula do seu Filho, mas também ao seguir seus passos, apesar da sua idade, no caminho da Cruz até ao calvário.

Santidade

“A santidade – afirmou Francisco – nos mantêm jovens; é o elixir da juventude, do qual precisamos tanto! Este aspecto foi entendido muito bem por São Gabriel de Nossa Senhora das Dores, padroeiro dos estudantes, um santo jovem, apaixonado por Maria e pela oração do rosário”.

“A santidade – como o Santo Padre escreveu na sua Exortação Gaudete e exsultate – é o rosto mais lindo da Igreja e a transforma em uma comunidade simpática”. Por isso, exortou:

“Não tenham medo de ser santos, sob o exemplo de Maria, de São Gabriel e de todos os Santos, que os precederam e lhes indicaram o caminho. Logo, meu primeiro pensamento vai a Maria e o segundo aos jovens, de outras partes do mundo, coligados com esta Vigília de oração mariana”

Aqui Francisco recordou todos aqueles jovens reunidos em diversos santuários marianos, por exemplo do Panamá – sede do próxima Jornada Mundial da Juventude 2019, - como da Rússia, Irlanda, Taiwan, aos quais disse:

“Queridos jovens, unidos em oração, em lugares tão distantes! Vocês são uma profecia da paz e da reconciliação para toda a humanidade. Nunca me cansarei de repetir: “Não construam muros, mas pontes!” Unam as extremidades dos oceanos, que os separam, com entusiasmo, determinação e amor. Ensinem aos adultos, de coração endurecido, a escolher o caminho do diálogo e da concórdia, por um mundo mais belo e digno do homem”.

Sínodo dos Bispos

Assim, Francisco passou ao seu terceiro pensamento: a iminente Assembleia do Sínodo dos Bispos, que será dedicada ao tema: “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.
Em preparação a este evento eclesial, o Papa recordou o que disse na reunião pré-sinodal, no último mês de março: “O perigo de falar dos jovens sem deixar os jovens falar!”
Francisco concluiu sua vídeo-mensagem aos jovens reunidos no Santuário de São Gabriel, na Itália, e aos que estavam em sintonia em diversas partes do mundo, aos quais fez sua exortação final:

“Queridos jovens, ao voltar para as suas casas e paróquias, não se deixem calar! Claro, quem fala pode errar, também os jovens, mas todos somos humanos e pecamos por imprudência! Mas, não tenham medo de errar e de aprender dos seus erros! Se alguém tentar tapar suas bocas, respondam que a Igreja e o mundo precisam dos jovens para se rejuvenescer”.

Enfim, Francisco aconselhou aos jovens a manter-se sempre, ao seu lado, aliados imbatíveis como Jesus Cristo, eterno jovem; Maria, mulher jovem; São Gabriel e todos os Santos, que são o segredo perene da juventude da Igreja.

Ouça a reportagem com a voz do Papa Francisco
12 maio 2018, 17:00