Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Papa Francisco durante viagem ao Quênia, Uganda e República Centro-Africana, em 2015 Papa Francisco durante viagem ao Quênia, Uganda e República Centro-Africana, em 2015 

Francisco pede para rezar pela República Centro-Africana

"Através da intercessão da Virgem Maria, que o Senhor ajude todos a dizer não à violência e à vingança, para construir juntos a paz", disse o Papa no Regina Coeli.

Cidade do Vaticano

Após a oração mariana do Regina Coeli, deste VI Domingo de Páscoa (06/05), o Papa Francisco recordou que foi beatificada em Aquisgrana, na Alemanha, neste sábado (05/05), a fundadora das Irmãs do Pobre Menino Jesus, Chiara Fey, que viveu em meados do século XIX.

“Demos graças a Deus por esta testemunha zelosa do Evangelho, educadora atenciosa da juventude desfavorecida”, frisou o Pontífice.

A seguir, o Papa disse:

“Convido a rezar pelo povo da República Centro-Africana, país que tive a alegria de visitar e que carrego no coração, e onde nos últimos dias tem havido muita violência, com numerosos mortos e feridos, incluindo um sacerdote. Através da intercessão da Virgem Maria, que o Senhor ajude todos a dizer não à violência e à vingança, para construir juntos a paz.”

O Papa saudou os romanos e peregrinos, especialmente os que vieram de Oviedo, na Espanha, os estudantes de Vrbové, Eslováquia, e os coroinhas de Berna.

Saudou de modo especial os novos Guardas Suíços, que fazem o juramento na tarde deste domingo (06/05), no Pátio São Dâmaso, no Vaticano, seus familiares e amigos, no “dia da festa deste histórico e benemérito corpo”, disse Francisco, pedindo aos fiéis, na Praça São Pedro, um aplauso aos Guardas Suíços.

A seguir, saudou os representantes da Associação Meter, encorajando-os a prosseguir no caminho em prol das crianças vítimas da violência, os fiéis de Piacenza e Borgoricco, e as atletas ginastas de Castelfranco Emilia.

O Papa saudou também os membros do Caminho Neocatecumenal presentes na Praça São Pedro para o Regina Coeli.

“Ouvi alguns cantos dos neocatecumenais! Obrigado pelo seu trabalho de evangelização. Vocês estão em todos os lugares! Obrigado!”

Por fim, saudou os detentos de Latina e pediu aos fiéis para não se esquecerem de rezar por ele.  

Papa pede paz na República Centro-Africana
06 maio 2018, 13:41