Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Refugiados da guerra na Síria Refugiados da guerra na Síria  (ANSA)

Papa Francisco reza o Terço pela Síria e pela paz no mundo

Francisco convida os fiéis a recitarem com ele o Terço pela paz na Síria e no mundo no dia primeiro de maio. Papa será peregrino no Santuário do Divino Amor, em Roma

Silvonei José – Cidade do Vaticano

Na próxima terça-feira, 1º de maio e início do Mês Mariano, o Papa Francisco irá em peregrinação ao Santuário de Nossa Senhora do Divino Amor, em Roma. Foi o que ele recordou na manhã deste domingo na conclusão do Regina Coeli na Praça São Pedro.

Rezar juntos pela paz

“Recitaremos o Terço, rezando especialmente pela paz na Síria e no mundo inteiro”, disse o Papa, convidando os fiéis “a unirem-se espiritualmente e a prolongar por todo o mês de maio a oração do Terço pela paz”.

"O Terço, a oração do meu coração"

Francisco recomenda frequentemente de recitar o Terço e já confessou várias vezes: "O Terço é a oração que acompanha sempre a minha vida; é também a oração dos simples e dos santos ... é a oração do meu coração”. Ele explicou que o Terço “é uma síntese da Divina Misericórdia”: “Nos mistérios do Terço, com Maria, contemplamos a vida de Jesus que irradia a misericórdia do próprio Pai. Alegremo-nos pelo Seu amor e perdão, vamos acolhê-lo nos estrangeiros e nos mais necessitados, vivamos todos os dias do Seu Evangelho”.

Nossa Senhora está sempre perto de seus filhos

O Papa Francisco presenteia todas as pessoas que ele encontra com um Terço. Nossa Senhora - disse ele uma vez - está sempre perto de seus filhos, “está sempre pronta para nos ajudar quando rezamos, quando pedimos sua proteção ... recordemos que Ela não se faz esperar: é Nossa Senhora da prontidão, vai imediatamente a servir”. Segundo a tradição, essa oração simples e profunda nasceu no século XIII, em um ambiente dominicano e sempre foi encorajada pelos Papas.

Ouça a reportagem

O Papa no Santuário

O Santo Padre será acolhido no Santuário de Nossa Senhora do Divino Amor pelo Vigário do Papa para a Diocese de Roma, Dom Angelo De Donatis, pelo bispo auxiliar do setor sul, Dom Paolo Lojudice, pelo presidente dos Oblatos Filhos do Divino Amor, Mons. Enrico Feroci, pelo diretor do santuário, Pe. Luciano Chagas Costa, pelo pároco Pe. John Harry Bermeo Sanchez, pelo reitor do Seminário de Nossa Senhora do Divino Amor, Pe. Vincent Pallippadan, e pelas congregações religiosas dos Oblatos Filhos e Filhas de Nossa Senhora do Divino Amor

O pontífice rezará o Terço no Santuário antigo, diante da imagem de Nossa Senhora dos Milagres, inaugurando o mês mariano.

Depois da oração, encontrará as comunidades dos Oblatos Filhos e Filhas de Nossa Senhora do Divino Amor que trabalham no santuário. A seguir, abençoará o túmulo do Servo de Deus Pe. Umberto Terenzi, primeiro reitor e pároco do santuário e fundador das duas congregações religiosas. Depois, conversará com alguns idosos paroquianos que foram batizados por Pe. Terenzi.

Está programado também um encontro com os hóspedes das duas estruturas de acolhimento do santuário: Lar do Divino Amor e a Casa Família Mater Divini Amoris.

O Papa Francisco saudará também a comunidade paroquial que pertence ao santuário e que rezará o Terço na praça em frente ao antigo local de culto.

29 abril 2018, 14:21