Versão Beta

Cerca

Vatican News
Código de Direito Canônico Código de Direito Canônico 

Papa nomeia novo presidente do Pontifício Conselho para os Textos Legislativos

O Santo Padre acolheu a renúncia do cardeal Coccopalmerio, 80 anos, ao cargo de presidente do Pontifício Conselho para os Textos Legislativos, sendo sucedido por Dom Filippo Iannone, até agora secretário adjunto do mesmo Dicastério.

Cidade do Vaticano

 

Dom Filippo Iannone, arcebispo emérito de Sora-Cassino-Aquino-Pontecorvo, foi nomeado pelo Santo Padre como novo presidente do Pontifício Conselho para os Textos Legislativos.

O Papa Francisco aceitou a renúncia apresentada por limite de idade, do cardeal Francesco Coccopalmerio, que ocupava o cargo desde 2007 e completou 80 anos em 6 de março. Dom Iannone já estava no Conselho Pontifício, com o cargo de secretário adjunto.

O novo presidente

 

Dom Iannone, da Ordem Carmelita, nasceu em Nápoles em 13 de dezembro de 1957. Entrou na Ordem em 1º de agosto de 1976, após um diploma do ensino médio. Ele realizou o noviciado na comunidade dos Santos Silvestro e Martino, em Roma, e os estudos na comunidade de Carmine Maggiore, em Nápoles.

Ele fez sua primeira profissão, como carmelita, em 1º de outubro de 1977 e a profissão solene em 15 de outubro de 1980, para então ser ordenado sacerdote em 26 de junho de 1982.

Monsenhor Iannone completou seus estudos teológicos na Pontifícia Faculdade Teológica do Sul da Itália, obtendo o bacharelado em Teologia; mais tarde, na Pontifícia Universidade Lateranense, obteve seu doutorado em utroque iure e, no Tribunal da Sagrada Rota Romana, obteve o diploma de advogado.

Atribuições anteriores

 

Na Ordem Carmelita foi econômono  de 1985 a 1988; ecônomo nacional de 1988 a 1991; conselheiro comissarial de 1988 a 1994 e presidente da Comissão para a revisão das Constituições de 1989 a 1995.

Na arquidiocese de Nápoles, atuou como defensor do Vínculo do Tribunal Regional Campano de 1987 a 1990; vigário judicial adjunto do Tribunal diocesano de Nápoles de 1990 a 1994; vigário episcopal para a IV região pastoral de 1994 a 1996 e pró-vigário geral de 1996 a 2001.

Foi também professor de Direito Canônico, como professor adjunto, na Pontifícia Faculdade Teológica do Sul da Itália. Realizou cursos, como professor enviado, em alguns Institutos Superiores de Ciências Religiosas e na Escola de Especialização em Direito Eclesiástico e Canônico da Faculdade de Direito da Universidade Federico II de Nápoles.

08 abril 2018, 08:08