Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Delegação do Conselho de Igrejas do Sudão do Sul Delegação do Conselho de Igrejas do Sudão do Sul   (Vatican Media)

Papa Francisco quer ir ao Sudão do Sul

"Enquanto houver uma parte que seja do corpo da Igreja que sofre, não consegue repousar em paz”, disse o Papa ao receber em audiência na manhã desta sexta-feira membros do Conselho de Igrejas do Sudão do Sul. Francisco manifestou o desejo de que seja uma viagem ecumênica.

Cidade do Vaticano

“O Papa expressou o desejo de ir ao Sudão do Sul para estar próximo ao povo que sofre. Nós aguardamos para saber quando acontecerá”.

Foi o que afirmou esta sexta-feira em Roma, na sede da Comunidade de Santo Egídio, o rev. James Oyet Latansio, secretário do Conselho das Igrejas do Sudão do Sul (Sscc), após ter sido recebido em audiência pelo Papa Francisco na parte da manhã.

País pronto a receber o Pontífice

 

“Certo – acrescentou – não podemos ter uma situação de segurança 100%, mas se o Papa decidir ir, como o fez para a República Centro-Africana e Mianmar, nós somos felizes em acolhê-lo”.

O rev. Latansio – refere a Agência Sir – revelou que “o  desejo do Papa é ir com o arcebispo de Cantuária e com os expoentes da Igreja presbiteriana da Escócia. A sua  vontade é que seja uma viagem ecumênica”.

Conflito desde 2013

 

Durante a audiência com os nove delegados das Igrejas cristãs – católicos, presbiterianos do Sudão do Sul, pentecostais do Sudão, episcopais, Africa Inland Church – o Santo Padre ouviu os detalhes sobre a situação no país, onde desde 2013 está em andamento um conflito interno. 7 milhões de pessoas têm necessidade urgente de ajudas humanitárias e outras 2 milhões buscaram refúgio em países vizinhos como Etiópia, Sudão, Quênia, República Democrática do Congo.

Igrejas unidas pela paz

 

“Nós Igrejas trabalhamos pela paz, assegurou o reverendo. Relatamos ao Papa o que estamos fazendo de concreto para levar a unidade e a reconciliação às pessoas. O Papa nos disse que tem a peito o povo do Sudão do Sul sofredor e que, enquanto houver uma parte que seja do corpo da Igreja que sofre, não consegue repousar em paz”.

(Agência Sir)

Photogallery

Papa recebe líderes religiosos do Sudão do Sul
23 março 2018, 17:50