Versão Beta

Cerca

Vatican News
Papa Francisco na Audiência Geral Papa Francisco na Audiência Geral  (AFP or licensors)

As felicitações do Papa pela 2000ª edição do "Catalunya Cristã"

O Papa enviou uma mensagem em catalão ao arcebispo de Barcelona, cardeal Juan José Omella y Omella, que é presidente da fundação "Catalunya Cristã"

Cidade do Vaticano

«Amb motiu de la publicació número dos mil del setmanari Catalunya Cristiana, desitjo fer arribar al seu equip editorial, als treballadors i als seus lectors la meva felicitació més cordial».

Em mensagem escrita em catalão, o Papa Francisco felicitou o arcebispo de Barcelona cardeal Juan José Omella y Omella pela edição de número 2.000 do semanário católico “Catalunya Cristiana”. A mensagem do Pontífice é destaque na capa da edição comemorativa.

Mas a frase do Santo Padre que mais repercutiu foi o convite para que continuem a trabalhar assim no futuro, para difundir a alegria do Evangelho, que é justamente o objetivo da publicação fundada em 1979 por Francesc Malgosa e Joan Jarque, o primeiro diretor que também foi entrevistado na edição de número 2.000.

“Um ponto de referência para os cristãos”. Assim Joan definiu a revista em sua mensagem de felicitações.

O atual diretor Jaume Aymar entrevistou o cardeal Pietro Parolin, que ao responder sobre qual é a principal missão do Secretário de Estado, respondeu que é “simplesmente ajudar o Papa no exercício de sua missão, que tem a vastidão do mundo inteiro”.

Sobre a diplomacia, Parolin afirmou que a Igreja não seria fiel a sua missão se não estiver próxima às pessoas, de modo especial de quem sofre.

Por este motivo, não se limita a observar os acontecimentos ou em ser uma voz crítica, mas busca facilitar a convivência e promover a fraternidade entre as nações, colaborando com a busca do bem comum e individual.

Inúmeras são as contribuições para o número comemorativo da revista.

“Como a arte de acompanhar, a comunicação quando é humana, sempre educa, humaniza”, escreve Sebastián Taltavull Anglada, bispo de Mallorca, enquanto Letícia Soberón sublinha o papel dos três Pontífices que se sucederam nos primeiros quarenta anos de “Catalunya cristã”, no desenvolvimento da mídia católica.

Entre os diversos artigos publicados, também destacam-se o de Jospe Soler, abade de Montserrat, de Antonio Gil, sobre a breve aventura da revista ‘Iglesia em Andalucía” inspirada na revista catalã, de Jordi Llisterri, de Miram Díez Bosch, de Josepj Rius-Camps, de Mercè Solé e do diretor do L’osservatore Romano.

E sem o espaço semanal “muitas iniciativas, humildes mas preciosas, não teriam eco público”, sublinha por fim o cardeal Omella em seu artigo.

Na noite de domingo, 28 de janeiro, o purpurado celebrou uma Missa em comemoração pela edição de número 2.000 da revista.

(L'Osservatore Romano)

29 janeiro 2018, 10:00