Versão Beta

Cerca

Vatican News
Papa na janela do apartamento pontifício Papa na janela do apartamento pontifício  (AFP or licensors)

Papa próximo aos coptas: que Deus converta os corações violentos

Dois atentados contra comunidade copta na última sexta-feira no Egito provocaram a morte de 12 pessoas, incluindo um dos terroristas.

Cidade do Vaticano

Após rezar o Angelus no Domingo da Sagrada Família, o Papa manifestou sua proximidade à comunidade copta egípcia, mais uma vez atingida pela violência terrorista:

“Expresso a minha proximidade aos irmãos coptas ortodoxos do Egito, atingidos há dois dias por dois atentados contra uma igreja e uma loja na periferia do Cairo. Que o Senhor acolha as almas dos falecidos, sustente os feridos, os familiares e toda a comunidade, e converta os corações dos violentos”.

Na manhã da última sexta-feira, dois homens armados mataram 9 pessoas na parte externa da igreja de Mar Mina, distrito de Helwan, periferia sul do Cairo, provocando ferimentos em outras cinco feridos. Um dos agressores foi morto no local e o outro preso mais tarde.

Cerca de uma hora depois,  na mesma região, ocorreu um novo ataque contra uma loja de propriedade de dois coptas, e que provocou a morte de duas pessoas.

A comunidade copta prepara-se para a celebração do Natal ortodoxo em 7 de janeiro, em meio à tensão e ao medo de novos atentados.

Papa próximo aos coptas após atentados
Papa pede conversão dos corações violentos

 

31 dezembro 2017, 12:48