Busca

Vatican News
Na Itália bares e restaurantes fecham mais cedo. Na Itália bares e restaurantes fecham mais cedo. 

Notícias do mundo: Covid e o sim dos chilenos a uma nova Constituição

A Europa fecha-se para combater a segunda onda da pandemia de coronavírus. Em todo o mundo a OMS contabilizou um recorde de contaminação nos últimos dias com mais de 465.000 novos positivos em 24 horas.

Silvonei José - Vatican News

- COVID-19: generalização do toque-de-recolher na Europa para contrastar a segunda onda da pandemia. A Itália fecha bares e restaurantes depois das 18 horas. Cinemas, teatros, academias e piscinas fechadas. Medida em vigor até 24 de novembro. Na Espanha, o toque-de-recolher obrigatório generalizado decretado pelo primeiro-ministro Sanchez poderia estar em vigor até maio de 2021. Na abertura da Reunião de Cúpula Mundial sobre a Saúde em Berlim, neste domingo, o diretor-geral da Oraganização Mundial da Saúde, lançou um apelo à solidariedade e contra o "nacionalismo da vacina". Para Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor da organização, a única forma de superar a pandemia é agir em conjunto e assegurar o acesso à vacina para os países mais pobres. Os contágios se verificam em todo o mundo: a OMS contabilizou um recorde de contaminação nos últimos dias com mais de 465.000 novos positivos em 24 horas.

Ouça e compartilhe

- NAGORNO KARABAKH: A Armênia e Azerbaijão deveriam observar uma nova trégua humanitária a partir de hoje, após o fracasso das tentativas anteriores. Mas já desde o início do dia os dois lados começaram a lançar acusações recíprocas de violações do cessar-fogo.

- NIGÉRIA: O presidente Muhammadu Buhari lançou um apelo à pacificação no país, onde as autoridades estão lutando para pôr fim aos saques após duas semanas de protestos populares na região mais populosa da África. Ontem, no Angelus, o apelo do Papa para que se evite sempre todas as formas de violência através da promoção da justiça e do bem comum.

- CHILE: os eleitores aprovam a alteração da Constituição. Vence o voto a favor da redação de uma nova Carta Magna para substituir a atual, elaborada sob o regime de Pinochet.

- ESTADOS UNIDOS: votação no Senado para aprovar a candidatura de Amy Barrett ao Supremo Tribunal.

- BELARUS: Svetlana Tikhanovskaïa apela a uma greve geral na sequência de manifestações que reuniram mais de cem mil pessoas em Minsk contra o presidente Lukashenko.

- LIBIA: retoma-se em videoconferência o diálogo político sobre a crise líbia, sob a égide da ONU

- CHINA: Plenário do Partido Comunista Chinês, até ao dia 29.

 

26 outubro 2020, 10:17