Busca

Vatican News

Covid-19: Fazenda da Esperança abre as portas para mais de 500 moradores de rua

A história dos “sem casa e sem esperança” de centenas de moradores de rua no Brasil agora tem outra versão: cama, comida, família e aposta no futuro. Com os efeitos da crise sanitária, a Fazenda da Esperança resolveu dar uma resposta concreta abrindo as casas para mendigos. Os outros 150 moradores de rua da fila de espera serão acomodados neste final de semana, mas a instituição precisa de apoio financeiro para continuar transformando essas vidas. “A felicidade está no doar. Tenha coragem de doar e você vai ser feliz”, lembra Fr. Hans.

Andressa Collet – Cidade do Vaticano

Ouça a reportagem especial e compartilhe

Isaias da Silva é um dos mais de 500 moradores de rua no Brasil que mudaram completamente de vida com a chegada da Covid-19. Num contexto difícil de pandemia, a ‘casa’ do mendigo se tornou ainda mais insegura e desprotegida. Ele mesmo contou que sofria fome, sede e frio, era “discriminado por estar na rua, sujo e embriagado”. E, assim, cada vez mais se entregava ao vício, até a chegada do coronavírus: “fiquei com mais medo ainda de ficar na rua”, desabafou Isaias.

O testemunho faz parte de um vídeo produzido pela Fazenda da Esperança e disponível nas redes sociais da instituição desde o início do mês, com o objetivo de arrecadar recursos que possam ajudar a dar uma vida digna às centenas de moradores de rua que foram acolhidos em unidades espalhadas pelo Brasil durante o mês de abril. “Aqui, estamos sendo tratados como seres humanos”, garantiu Isaias, “tem alimentação, banho e cada um tem a sua cama à noite pra dormir".

Comunidade terapêutica e solidária

Para dar continuidade a histórias de superação como essa, a grande família criada dentro da Fazenda da Esperança, fundada para libertar os jovens da droga e do álcool, ampliou a sua finalidade. O centro para a recuperação de toxicodependentes, criado pelo Frei Hans e pelo leigo Nelson Giovanelli há 40 anos, em Guaratinguetá/SP, hoje virou uma comunidade terapêutica com fins solidários para dar uma resposta ainda mais concreta aos problemas sociais enfrentados pelo mundo moderno.

“Eu nunca esperava que fosse encontrar o paraíso: saí do inferno para entrar no paraíso”, disse Cristiano Correia em depoimento. Italo Francelino, emocionado, desabafou:

“Fazia muito tempo que eu não tinha 3 refeições por dia, quem dirá 5. E agora tenho 2 sabonetes! Eu não sabia se ia tomar banho na rua e hoje tenho 2 sabonetes, shampoo e desodorante.”

A Fazenda da Esperança precisa de apoio

O projeto continua sendo direcionado pelo trabalho, pela convivência e pela espiritualidade, valorizando a busca da felicidade através dos ensinamentos do Evangelho e de uma nova chance de amar. Mas a maior obra do gênero na América Latina, presente em 17 países com 130 unidades, agora precisa de colaboração financeira para, principalmente, alimentar as 500 pessoas a mais que vieram a agregar à família da Fazenda da Esperança.

O centro abriu as portas a moradores de rua em todo o Brasil, o consumo aumentou e a Fazenda tem necessidade de tudo. O vídeo explica que, cada interno, custa cerca de R$ 500,00, o que seria cerca de 250 mil reais a mais, sem contar os gastos fixos da Fazenda, para dar uma vida digna aos novos moradores. Nelson Giovanelli explicou que o objetivo da comunidade, “além de dar um teto, comida e a possibilidade de se salvar do coronavírus, é dar um sentido de vida para eles, porque não pensamos só na situação deles agora, mas para o futuro daqui a alguns anos”.

Fila de espera para a esperança

Já existe uma fila de espera de 150 moradores de rua, que devem ser acomodados neste final de semana, mas a instituição precisa de apoio para continuar transformando essas vidas. Para colaborar, acesse os perfis da Fazenda da Esperança nas redes sociais e faça a sua doação! Afinal, como lembra o Fr. Hans: 

“A felicidade está no doar. Tenha coragem de doar e você vai ser feliz.”

Banco do Brasil
Ag 0306-9
C/C.56520-2
Obra Social N S da Glória
CNPJ 48.555.775/0001-50

Ouça a entrevista completa com Frei Hans
08 maio 2020, 18:29