Versão Beta

Cerca

Vatican News
Crucifixo Crucifixo 

Paraguai: Faleceu padre Braulio Maciel, ponto de referência para os camponeses

Padre Maciel é recordado principalmente pela sua proximidade à população rural e foi um dos principais lutadores das “Ligas Agrarias”.

A Igreja do Paraguai está de luto: morreu no dia 10 de maio, aos 80 anos, padre Braulio Maciel, sacerdote muito amado não só na Igreja mas também como figura de primeiro plano na resistência à ditadura de Alfredo Stroessner.

As condolências dos bispos

A Conferência Episcopal do Paraguai, em um comunicado assinado pelo secretário-geral, D. Joaquín Robledo, bispo de San Lorenzo, exprime as suas condolências e recorda “a sua fecunda obra evangelizadora entre as pessoas humildes, os trabalhadores do campo, a defesa dos direitos humanos, a luta contra a pobreza no nosso país e principalmente na amada comunidade de Jejuí, em San Pedro. D. Robledo prossegue: “A sua Igreja e a sua gente que ele soube acompanhar, apoiar e escutar nos momentos mais críticos da longa ditadura, o recordam como uma luz de esperança”.

Ao lado do trabalhador rural

Padre Maciel é recordado principalmente pela sua proximidade à população rural e foi um dos principais lutadores das “Ligas Agrarias”, desde os anos Sessenta, em Jejuí, na diocese de São Pedro. Em 8 de fevereiro de 1975, ficou ferido em um ataque de 70 soldados do regime de Stroessner à sua comunidade, desde então vivia com uma bala na perna direita. O seu compromisso pastoral teve sempre como prioridade estar ao lado do seu povo.

11 maio 2018, 13:06