Versão Beta

Cerca

Vatican News
Assassinato no Rio de Janeiro Assassinato no Rio de Janeiro  (AFP or licensors)

Arquidiocese do Rio de Janeiro: Nota de solidariedade às vítimas da violência

A vereadora Marielle Franco juntamente com seu motorista, Anderson Pedro Gomes, foram assassinados no último dia 14 de março no Rio de Janeiro.

Cidade do Vaticano

Por ocasião dos assassinatos da Vereadora Marielle Franco e seu motorista, Anderson Pedro Gomes, acontecidos neste último dia 14 de março, a Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro enviou uma nota de solidariedade para todas as vítimas da violência da Cidade.

Nota de solidariedade

Na nota além de constatar o triste cenário de violencia que atingiu a cidade, recorda a importância do valor da vida em todos os momentos e a responsabilidade de nos empenharmos na cultura da paz.  E convidou a não perder a esperança e o empenho em construir um mundo sem violência.

Nota:

Se um irmão sofre, todos sofrem com ele, pois nós todos, lembra-nos o lema da Campanha da Fraternidade deste ano, somos irmãos.

A Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, tendo em vista o triste quadro de violência em nossa cidade, manifesta sua solidariedade a todas as vítimas, seus familiares e amigos.
Diante da morte de tantas pessoas, dentre as quais a Vereadora Marielle Franco e seu motorista, o Sr. Anderson Pedro Gomes, torna-se ainda mais urgente reafirmar o valor da vida, desde a concepção até a morte natural. De fato, a violência é um mal que se multiplica incessantemente, toma inúmeras formas, penetra nos mais diversos ambientes e faz um número cada vez maior de vítimas.

Cada vítima, é um clamor aos céus e aos corações para que se unam todas as forças a fim de que se supere a violência e suas causas. Cada vida ceifada faz recair sobre todos nós a responsabilidade pela efetiva busca de uma cultura de paz, concretizada no respeito à dignidade de todas as pessoas, em especial, as mais fragilizadas.
Não deixemos que, junto aos corpos sepultados, se enterrem igualmente nossa esperança e nosso empenho pela construção de mundo sem violência, fome, desemprego, corrupção, preconceito e tantas outras mazelas.

Que as vítimas descansem em paz. Que seus familiares encontrem em Deus a paz tão necessária. E que todos nós sejamos instrumentos dessa paz.

Assessoria de Imprensa da Arquidiocese de S. Sebastião do Rio de Janeiro

 

16 março 2018, 14:30