Busca

Vatican News

Dia Nacional da Juventude a nível Provincial é realizado em Campina Grande

Com o tema: “Maria partiu apressadamente: Ide amar e servir!”, o Dia Nacional da Juventude reservou à juventude uma programação variada, com apresentações artísticas, adoração ao Santíssimo Sacramento, animação, pregações e a Santa Missa, que foi presidida por Dom Dulcênio Fontes de Matos, Bispo Diocesano de Campina Grande.

Após 2 anos sem a realização presencial do Dia Nacional da Juventude, o DNJ, os jovens voltaram a se reunir em um grande evento para celebrarem com entusiasmo o dia dedicado a juventude. O DNJ foi realizado no Clube Campestre, situado no bairro do Catolé, em Campina Grande, e reuniu também jovens das demais Dioceses da Paraíba, uma vez que o evento foi provincial.

A forma presencial reuniu 350 participantes, além de 100 jovens voluntários nas equipes de serviço. Além da juventude da Diocese local, 5 jovens das demais Igrejas Particulares vieram acompanhados por seus Padres Assessores, que também prestigiaram. Para quem não pôde estar presente, o evento foi transmitido virtualmente pelas redes sociais da Diocese e do Setor da Juventude, oportunizando a participação à distância.

Com o tema: “Maria partiu apressadamente: Ide amar e servir!”, o DNJ reservou à juventude uma programação variada, com apresentações artísticas, adoração ao Santíssimo Sacramento, animação, pregações e a Santa Missa, que foi presidida por Dom Dulcênio Fontes de Matos, Bispo Diocesano de Campina Grande.

Santa Missa

 

O ápice do encontro foi a Santa Missa que foi concelebrada pelos Padres Coordenadores do Setor Juventude de suas respectivas Dioceses, que são os Padres Rodolfo Lucena (Diocese de Campina Grande), Eunildo (Arquidiocese da Paraíba), Alixandre (Diocese de Patos), Felipe (Diocese de Guarabira) e o Rodolfo (Diocese de Cajazeiras). Além disso, também presentes alguns seminaristas diocesanos de Campina Grande.

Na homilia, Dom Dulcênio refletiu sobre a cura do cego Bartimeu, proposto no evangelho deste 30º Domingo do Tempo Comum. Segundo o Bispo, Bartimeu não desistiu diante das dificuldades, mas com fé foi até Jesus que o curou.

“Bartimeu, antes de ser curado dos olhos fisiológicos, pelo seu pedido de piedade, foi, imediatamente, curado do olhar do seu coração. Tudo isto como produto da fé, que produz o discernimento. A atitude de discernimento é aquela que impede a obstinação, é, portanto, uma expressão orante da fé”.

No ensinamento do Bispo, Bartimeu esteve aberto e permitiu-se ser fitado pelo Senhor, de quem procede toda a ação da escolha do ser humano por Ele. Destacou que o cego soube discernir e seguir os passos de Jesus: “Discernir-nos por Cristo, permanecendo no Seu caminho, na Sua Igreja, é construir uma consciência de si na própria verdade; é ver-se como Deus nos vê, na experiência da Sua misericórdia”.

Ao se dirigir aos jovens, Dom Dulcênio pediu a todos que sejam presença viva e atuante no mundo, a exemplo de tantos santos que empenharam o vigor da sua juventude a viver o evangelho: “Tornem-se reflexo do Cristo jovem e ofereçam ao mundo, aos outros jovens, o seu testemunho”, comentou.

Incentivou-os ainda, a serem servidores e a não guardarem a grande novidade do Cristo para si, mas proporcionar aos outros a graça do encontro com o mestre: “Entendei que amar e servir, tal como sois enviados, é facilitar o encontro dessas pessoas com Cristo; não em qualquer lugar, mas no Caminho, na Igreja. Isto é missão; isto é a urgência do Evangelho, que dignifica vidas, singularmente”, comentou.

O evento

 

“Maria partiu apressadamente: Ide amar e servir!”, essa foi a grande motivação e reflexão do DNJ, que trouxe o tema em sintonia com o que foi proposto pelo Papa Francisco para a Jornada Mundial da Juventude, que acontece em Lisboa no ano de 2023.

Uma novidade no formato híbrido foi a realização de 4 workshops aplicados de forma virtual, ao todo 116 jovens participaram. Os temas foram: Céu, inferno e purgatório, ministrado por João Valter; Liderança, ministrado por Gustavo Lucena; como lidar com as perdas, trabalhado por Alessandra Freitas e O jovem cristão no mundo digital, destrinchado por Guilherme e Naryele.

No decorrer do evento, lá no Campestre, no período da manhã, realizou-se um momento mariano e a Missa; à tarde, apresentação artística e pregação com o Padre Carlinhos que falou sobre o tema do encontro; em seguida, Adoração ao Santíssimo Sacramento.

Ao final do evento, o Padre Rodolfo destacou o empenho de todos para fazer acontecer o DNJ, momento este que começou com a Semana Missionária da Juventude que embalou todas as Paróquias da Diocese em preparação para o DNJ.

O Dia Nacional da Juventude foi promovido e organizado pelo SETOR DIOCESANO DA JUVENTUDE de Campina Grande, coordenado pelo padre Rodolfo Lucena e composto por representantes das diversas expressões juvenis da Diocese.

Ao final do encontro, os jovens receberam de todos os Padres a benção de envio para voltarem às suas comunidades e levarem o Evangelho a outros jovens.

*Por Rafael Augusto (Ascom Diocese Campina Grande) 

28 outubro 2021, 12:29