Busca

Vatican News
A Superiora Geral das Missionárias da Caridade, Ir. Mary Prema Pierick, conduzirá a Ladainha de súplicas. A Superiora Geral das Missionárias da Caridade, Ir. Mary Prema Pierick, conduzirá a Ladainha de súplicas.   (ANSA)

Consagração da população da Índia ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria

“Pedimos a todos, em particular às famílias e comunidades religiosas, que participem do momento de oração e o compartilhem com os familiares e membros das comunidades que residem no exterior, para que também eles possam participar como uma 'família' , testemunhando assim a catolicidade e a diversidade cultural e linguística da Igreja Católica latina na Índia”, composta por “132 dioceses e 18 milhões de fiéis”, escrevem os bispos indianos ao convocar o momento de oração e consagração.

Isabella Piro – Vatican News

No dia 7 de agosto, toda a população da Índia será consagrada ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria.

O Ato de Consagração será presidido na Catedral do Sagrado Coração de Nova Delhi pelo arcebispo local e secretário geral da Conferência Episcopal indiana de Rito Latino (CCBI), Dom Anil Joseph Thomas Couto.

Os prelados indianos explicaram em uma nota que este momento de oração nacional foi convocado em sufrágio pelas almas das vítimas da pandemia de Covid-19.

De fato, o país asiático vive um momento crítico devido à emergência sanitária: os últimos dados falam de 31,2 milhões de contágios e 419 mil mortes. Apenas 6,3 por cento da população foi vacinada.

Foi então nesse contexto que os bispos católicos convocaram este momento especial de oração a ser realizado no sábado, 7 de agosto, das 20h30 às 21h30, e que será realizado sobre os túmulos de São Tomé, São Francisco Xavier e Santa Teresa de Calcutá e nas basílicas marianas de Bandra (Mumbai), Sardhana (Meerut), Hyderabad, Shivajinagar (Bangalore) e Vailankanni. Tudo será transmitido ao vivo nas estações de televisão católicas e na web, para que todos os fiéis possam "rezar como uma única família humana pela saúde do mundo".

Na quarta-feira, 21 a Conferência episcopal forneceu mais detalhes sobre a iniciativa: Dom João Rodrigues, bispo Auxiliar de Bombaim, entoará o canto de abertura do momento de oração na Basílica de Nossa Senhora do Monte, em Mumbai. A parte inicial da oração, por outro lado, será recitada no túmulo de São Tomé na Basílica de Chennai, por Dom George Antonysamy, vice-presidente da CCBI e arcebispo de Madras-Mylapore. Dom Raymond Joseph, secretário da Comissão Episcopal para as Vocações, proclamará o Evangelho na Basílica de Santa Maria em Bangalore, enquanto o cardeal Oswald Gracias, arcebispo de Bombaim, fará uma reflexão na catedral da cidade dedicada ao Santo Nome.

Outras especificidades dizem respeito à Oração dos fiéis que será recitada, em sete línguas, na Basílica de Nossa Senhora da Graça em Sardhana, em Uttar Pradesh, e que será conduzida pelo padre Chetan Machado, secretário da Comissão Episcopal da Juventude. As orações serão feitas em Hindi, Tamil, Khasi, Telugu, Kannada, Santali e Malayalam.

O arcebispo de Hyderabad, Dom Anthony Poola, irá recitar uma oração especial pelo fim da pandemia na Basílica arquidiocesana de Nossa Senhora da Assunção. Além disso, do túmulo de Santa Teresa de Calcutá, o arcebispo local, Dom Thomas D'Souza, junto com a Superiora Geral das Missionárias da Caridade, Ir. Mary Prema Pierick, conduzirá a Ladainha de súplicas.

Em sufrágio pelas almas dos falecidos e por todos aqueles a quem a Igreja não pôde permitir o funeral, devido a restrições de saúde anti-contágio, será recitada outra oração, que será conduzida por Dom Vincent Aind, bispo de Bagdogra.

A bênção final, por sua vez, será concedida por Dom Filipe Neri Ferrão, arcebispo de Goa e Damão e presidente da CCBI, que irá ao túmulo de São Francisco Xavier, na Basílica de Goa. Por fim, o canto final do evento será o "Salve Regina" que será cantado em latim na Basílica de Nossa Senhora da Boa Saúde de Vailankanni, por Dom Devadass Ambrose, bispo de Thanjavur e pelo padre Prabakar, reitor do Santuário .

“Pedimos a todos - escrevem os bispos - em particular às famílias e comunidades religiosas, que participem do momento de oração e o compartilhem com os familiares e membros das comunidades que residem no exterior, para que também eles possam participar como uma 'família' , testemunhando assim a catolicidade e a diversidade cultural e linguística da Igreja Católica latina na Índia”, composta por “132 dioceses e 18 milhões de fiéis”.

Vatican News Service - IP

22 julho 2021, 09:41