Busca

Vatican News
Representantes dos povos indígenas da Amazônia brasileira (Guilherme Cavalli Cimi) Representantes dos povos indígenas da Amazônia brasileira (Guilherme Cavalli Cimi)  (@Cimi)

"Dia A", a celebração on-line que marca o fim da campanha Amazoniza-te

Para a diretora executiva da REPAM-Brasil, Ir. Maria Irene Lopes, a campanha propôs, mais do que conjugar o verbo amazonizar, torná-lo uma expressão pessoal e transformá-lo em um chamado para que todas as pessoas se amazonizassem: “e essa convocação não se encerra com a campanha, na realidade, ela se estende para todas as nossas lutas e ações em defesa da nossa casa comum”. A live especial é nesta quinta-feira (29), às 20h.

Vatican News

As organizações eclesiais e sociais que compõem a campanha Amazoniza-te se reúnem nesta quinta-feira (29), às 20h, em uma live celebrativa para encerrar as ações da campanha, iniciada em 2020 para dar visibilidade às lutas dos povos da Amazônia e aos perigos que estão expostos. O encontro on-line vai contar com apresentações de artistas locais e momentos orantes.

A celebração, batizada de Dia A – Amazoniza-te, relembra as conquistas da campanha e mobiliza toda a sociedade para a tomada de consciência em vista da Amazônia e seus povos. Para a diretora executiva da REPAM-Brasil, Ir. Maria Irene Lopes, a campanha propôs, mais do que conjugar o verbo amazonizar, torná-lo uma expressão pessoal e transformá-lo em um chamado para que todas as pessoas se amazonizassem. “E essa convocação não se encerra com a campanha, na realidade, ela se estende para todas as nossas lutas e ações em defesa da nossa casa comum”, destacou ela.

A Campanha Amazoniza-te

Criada em julho de 2020, a campanha “Amazoniza-te” nasceu do diálogo entre organizações eclesiais e da sociedade civil a partir da necessidade de sensibilizar a opinião pública brasileira e internacional sobre o perigo ao qual está sendo exposta a vida na Amazônia. O desmonte dos órgãos públicos de proteção ambiental, o desrespeito contínuo da legislação, bem como ausência da participação da sociedade civil nos espaços de regulação e controle das políticas públicas também fomentaram a criação da campanha.

A campanha conta com a integração do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), da Comissão Pastoral da Terra (CPT), da Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam), da Mídia Ninja e do Movimento Humanos Direitos (MHuD). 

Programa-se para a live do Dia A

Data: 29 de julho às 20h
Local: Facebook da CPT Nacional e REPAM-Brasil

*Colaboração: Comunicação REPAM-Brasil

28 julho 2021, 18:55