Busca

Vatican News
Cristãos celebram a Sexta-feira da Paixão em Khasa, 35 km de Amritsar Cristãos celebram a Sexta-feira da Paixão em Khasa, 35 km de Amritsar  (AFP or licensors)

Índia: radicais hindus expulsam famílias cristãs de povoado

O relatório do organismo ecumênico Persecution Relief, apresenta um quadro “muito sombrio” em relação à liberdade religiosa na Índia. "Os crimes de ódio contra os cristãos aumentaram alarmantes 40,87% em 2020”.

Vatican News

Na terça-feira, 8 de junho, na localidade de Sikapai, Distrito de Rayagada, um grupo de radicais hindus atacou e destruiu as casas de cristãos, expulsando-os do povoado e obrigando-os a se refugiar em cabanas de palha na floresta. A informação à UCA News é padre Purushottam Nayak, sacerdote da Arquidiocese de Cuttack-Bhubaneswar.

“Os cristãos apresentaram uma denúncia na delegacia de polícia de Kalyansingpur e uma investigação está em andamento”, explicou o padre Naya, acrescentando que “o povoado é dominado por 32 famílias hindus e existem apenas oito famílias cristãs”.

 

Citando o pastor Upajukta Singh, o sacerdote contou como o grupo radical não podia tolerar a presença de famílias cristãs em Sikapai e, com ciúmes de seu progresso, já havia cometido atos de humilhação contra as mulheres cristãs. No entanto, continuou o sacerdote, “apesar das ameaças, os cristãos continuam ali firmes na sua fé, praticando o cristianismo há 14 anos”.

O presidente do Conselho Global de Cristãos Indianos, Sajan K. George, declarou à UCA News que o Distrito de Rayagada é um novo palco de violência anticristã e que, infelizmente, tal violência não é novidade em Odisha.

"Os ciclos de violência e ódio em Rayagada são sinais perturbadores de intolerância", disse o líder cristão leigo. Neste sentido, "exortamos o primeiro-ministro de Odisha a tomar medidas concretas para conter os elementos obtusos em nossa sociedade para a segurança de todos".

Vatican News Service - AP

14 junho 2021, 12:25