Busca

Vatican News
Agente de saúde confere a temperatura corporal de uma mãe e a criança em seus braços, em estação de trem em Mumbai Agente de saúde confere a temperatura corporal de uma mãe e a criança em seus braços, em estação de trem em Mumbai  (AFP or licensors)

Índia: com quase 30 milhões de contágios, apelo da Caritas à solidariedade

O secretário geral da Caritas Internationalis explica que os funcionários e voluntários da Cáritas, a cada dia distribuem alimentos, máscaras, desinfetantes e assistir os médicos, mesmo colocando em risco a própria vida, mesmo quando a situação se torna a cada dia mais complexa e parece não existir esperança.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

A pandemia Covid-19 não dá trégua na Índia, onde até agora foram registrados quase 30 milhões de contágios. Ademais, o país registra cerca de 368 mil mortes, números que não param de aumentar

Neste sentido, a Caritas Internationalis (CI) difundiu o comovente testemunho de Jacob, funcionário da Caritas diocesana de Dindigul, no Estado de Tamil Nadu. No breve vídeo, ele relata a tragédia da população local, enquanto ao fundo passam as imagens de pacientes hospitalizados ou tratados em condições particularmente deploráveis. Ao mesmo tempo, no entanto, da narrativa surge uma grande esperança, pois demonstra todo o compromisso colocado em ação pela Caritas, para ajudar a população.

“Isso é o que a Caritas faz: dar tudo sem hesitação - explica Aloysius John, secretário geral da Caritas Internationalis -. E é isso que Jacob e todos os demais funcionários e voluntários da Caritas Índia fazem a cada dia: distribuir alimentos, máscaras, desinfetantes e assistir os médicos, mesmo colocando em risco a própria vida, mesmo quando a situação se torna a cada dia mais complexa e parece não existir esperança”.

Aloysius John recorda que na Índia, a organização de caridade "lançou uma resposta humanitária imediata" à pandemia, tanto que "graças ao apoio de milhares de benfeitores, foi possível criar 28 centros de tratamento mais urgente e 58 centros para tratamentos menos graves, onde 2.384 pacientes foram atendidos por assistentes médicos da Caritas”.

Não menos importante é o empenho dos voluntários, chamados "Covid Samaritans", que "apoiam os necessitados oferecendo assistência médica, oxigênio, ajudas para quem está hospitalizado ou doente em casa e conforto para os solitários". Além disso, a entidade distribuiu mais de 35.000 máscaras, 35.000 kits de alimentos e 22.000 kits médicos.

 “A Caritas Internationalis quer manter a promessa de ser solidária com os mais atingidos e com todas as pessoas em dificuldade”, conclui o secretário-geral, lançando um apelo por donativos que “se tornam verdadeiras esperanças para quem luta contra a Covid e as suas consequências sociais”.

Vatican News Service - IP

12 junho 2021, 10:27