Busca

Vatican News
Dom Paulo Cezar Costa, arcebispo de Brasília Dom Paulo Cezar Costa, arcebispo de Brasília 

Dom Paulo Cezar, Sexta-feira Santa: o amor de Cristo nos salvou

Dom Paulo: “você que está em casa, você que neste ano não pode ir à igreja por causa do distanciamento social, por causa desse momento difícil que estamos vivendo, coloque a sua Cruz num lugar visível, coloque um ramo perto da sua Cruz. Mas não só coloque, mas contemple a Cruz de Cristo”.

Vatican News

O arcebispo de Brasília, dom Paulo Cezar Costa nos faz uma reflexão sobre a Sexta-feira Santa na qual nos pede para contemplarmos a Cruz de Cristo e perceber o amor d’Ele por nós.

“Estamos vivendo a Sexta-feira Santa, este dia que celebramos, rememoramos a condenação à morte de Jesus. Jesus que é conduzido até o Calvário, e ali é crucificado. A morte à qual Jesus foi condenado é morte de maldição, morte à qual o império romano sentenciava os seus inimigos, os inimigos do império. Morte de bandido, morte de inimigos do império. E Jesus é ainda crucificado entre dois ladrões, o que já era um fato humilhante se tornou ainda mais humilhante”.

Amados e amadas de Deus, é o amor de Cristo por nós, destaca o arcebispo de Brasília. Aquilo que vai dizer São Paulo na carta aos Filipenses, ele se abaixou, se encarnou, se humilhou até a morte e morte de Cruz. É o amor de Cristo por nós. É o que diz o Evangelho de João, “não há maior amor do que doar a vida pelos amigos”. Ele doou a vida por nós, Ele fez da sua vida um dom de amor pela nossa salvação.

Dom Paulo Cezar, Sexta-feira Santa: o amor de Cristo nos salvou

Dom Paulo Cezar sublinha que “nós somos chamados a experimentarmos nesta Sexta-feira Santa o amor de Cristo. Você que está em casa, você que neste ano não pode ir à igreja por causa do distanciamento social, por causa desse momento difícil que estamos vivendo, coloque a sua Cruz num lugar visível, coloque um ramo perto da sua Cruz. Mas não só coloque, mas contemple a Cruz de Cristo”.

Contemplando a Cruz de Cristo – continua o arcebispo de Brasília – “perceba o amor dele por você, o amor dele por nós, o amor de Cristo que nos salvou, o amor de Cristo que nos deu vida nova, o amor de Cristo que nos assiste em cada momento da nossa existência, o amor de Cristo que não nos abandona neste momento de crise, neste momento difícil em que a nossa sociedade está vivendo. Contemplem o amor de Cristo. Experimente o amor de Cristo”.

Dom Paulo Cezar conclui exortando: “que você possa celebrar uma Sexta-feira Santa experimentando o amor de Cristo. Uma Sexta-feira Santa mais introspectiva, sentindo e experimentando o amor de Cristo por você, pela sua família, pela nossa sociedade”. 

02 abril 2021, 12:15