Busca

Vatican News
Na experiência de S. José o sonho é, “no silêncio da noite”, um “diálogo íntimo” na “auscultação da voz do Senhor” Na experiência de S. José o sonho é, “no silêncio da noite”, um “diálogo íntimo” na “auscultação da voz do Senhor”   (©Athos - stock.adobe.com)

Ano de S. José: sonhos são “diálogo íntimo” na escuta da voz do Senhor

O biblista José Carlos Carvalho é professor de Sagrada Escritura na Universidade Católica Portuguesa e ajuda-nos a descobrir como é que a Bíblia fala de S. José.

Rui Saraiva

Foi nos 150 anos da declaração de S. José como padroeiro universal da Igreja feita pelo Papa Pio IX que no dia 8 de dezembro de 2020 começou um ano especial. A partir dessa data e até 8 de dezembro de 2021 a Igreja vive o Ano de S. José. Segundo o Papa Francisco “depois de Maria, a Mãe de Deus, nenhum Santo ocupa tanto espaço no magistério pontifício como José, seu esposo”.

Ouça e compartilhe!

Nesta Quaresma o biblista José Carlos Carvalho ajuda-nos com a sua reflexão a descobrir como é que a Bíblia fala de S. José. O professor de Sagrada Escritura da Universidade Católica Portuguesa é um dos responsáveis pela nova tradução da Bíblia para a Conferência Episcopal Portuguesa e já, em diversas ocasiões, colaborou com a Rádio Vaticano e o Vatican News. Desta vez, a reportagem é do jornalista Octávio Carmo no som da Agência Ecclesia.

José Carlos Carvalho aborda a questão dos sonhos em S. José afirmando que se trata de “um meio que Israel encontrou para tentar descrever o que terá suscitado a pregação oral, um gesto, uma decisão”. Na experiência de S. José o sonho é, “no silêncio da noite”, um “diálogo íntimo” na “auscultação da voz do Senhor” – afirma.

“O primeiro sonho é na Anunciação, mas os últimos três, em Belém que manda para o Egito e no Egito que manda regressar, obviamente que a carga simbólica é uma leitura teológica para que se cumpra a profecia” – refere o biblista português recordando a fuga para o Egito de Maria e José e que daí regressam para Jesus nascer. “Tal como Moisés tirou Israel do Egito” então Jesus vem do Egito para nos salvar – acrescenta.

José Carlos Carvalho lembra ainda a profissão de carpinteiro de S. José, assinalando que na tradição judaica “os carpinteiros apesar do seu ofício também conheciam a Torá”.

O Papa Francisco convocou este Ano de S. José através da Carta Apostólica “Patris Corde”, “Coração de Pai”.

Laudetur Iesus Christus

22 março 2021, 09:43