Busca

Vatican News
Santuário de Knock na Irlanda Santuário de Knock na Irlanda 

Santa Sé reconhece o Santuário de Knock como Mariano e Eucarístico Internacional

Na festa de São José, em 19 de março, o Papa Francisco elevará a Basílica irlandesa a Santuário Internacional numa mensagem de vídeo transmitida ao vivo durante uma missa presidida por dom Neary junto com o reitor do santuário, pe. Richard Gibbons.

Vatican News

Grande é a alegria para a Igreja na Irlanda: a Santa Sé reconheceu oficialmente o santuário nacional de Knock como Santuário Mariano e Eucarístico Internacional.

A notícia foi dada pelo arcebispo de Tuam, dom Michael Neary, arquidiocese em cujo território 151 anos atrás houve uma aparição silenciosa de Nossa Senhora com São José e São João Evangelista voltados para um altar com acima um Cordeiro e uma Cruz. Na festa de São José, em 19 de março, o Papa Francisco elevará a Basílica a Santuário Internacional numa mensagem de vídeo transmitida ao vivo durante uma missa presidida por dom Neary junto com o reitor do santuário, pe. Richard Gibbons. O arcebispo de Tuam falou de um "marco" na história do que é hoje a meta de peregrinação mais visitada na Irlanda, expressando profunda gratidão ao Papa Francisco e à Santa Sé por terem acolhido o pedido apresentado pelos bispos.

Dom Neary observou que a escolha da Solenidade de São José para a elevação é particularmente feliz e significativa no Ano especial dedicado ao pai putativo de Jesus, mas também em relação à história das aparições marianas ocorridas em 21 de agosto de 1879. De fato, na noite de 151 anos atrás, às 15 pessoas presentes, São José também apareceu à direita da Virgem vestida de branco.

"Desde então, o local tornou-se meta de peregrinações cuja importância", recorda o prelado, "é destacada pela visita que São João Paulo II fez em 1979, no centenário das aparições, deixando uma Rosa de Ouro, mas também pelas visitas sucessivas de Santa Teresa de Calcutá, em 1993, e do Papa Francisco, em 2018, por ocasião de sua viagem apostólica para o Encontro Mundial das Famílias em Dublin, no qual o Pontífice pediu a Nossa Senhora para interceder por todas as pessoas sobreviventes de abusos e confirmar todos os fiéis na intenção de nunca permitir sua repetição.

O culto a Nossa Senhora de Knock foi autorizado em 1936, depois que a autenticidade das aparições foi reconhecida por uma comissão eclesiástica especial. O santuário está localizado no Condado de Mayo, no oeste da Irlanda. É visitado a cada ano por mais de um milhão e quinhentos mil peregrinos que buscam a assistência celestial da Virgem Maria. Numerosos milagres e curas que começaram nos dias após as aparições foram documentados no santuário. Em 2019, a Igreja irlandesa reconheceu como milagrosa a cura cientificamente inexplicável de uma mulher com esclerose múltipla, completamente paralisada, que, depois de ser abençoada com o ostensório durante a bênção dos doentes, voltou a caminhar e foi curada.

Vatican News Service - LZ/MJ

12 março 2021, 14:30